Home / Policial / 45 fugitivos do presídio PB1 já foram capturados
Foto: Nalva Figueiredo/Jornal CORREIO

45 fugitivos do presídio PB1 já foram capturados

Compartilhe:

A Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP) atualizou para 45 o número de foragidos capturados após a fuga em massa ocorrida na madrugada desta segunda-feira (10), na Penitenciária de Segurança Máxima Doutor Romeu Gonçalves de Abrantes (PB1), em João Pessoa. A informação foi divulgada na tarde desta quarta-feira (12), pela assessoria de comunicação do órgão.

+ Policial militar natural de Pombal é encontrada morta em sua residência em Pernambuco

Após capturar Ery Jhonson, preso que fugiu na fuga em massa do presídio PB1, e acusado de participação na morte de um gerente de posto de combustível em Manaíra, a Polícia Militar prendeu outros dois detentos ainda na tarde desta quarta-feira (12).

Conforme divulgado pelas autoridades da segurança, a operação para captura dos fugitivos seguem ao longo da semana. “Fiquem tranquilos que nós vamos dar a segurança adequada. São mais de 1.000 policiais militares nas ruas, então nós vamos buscar interromper a sensação de insegurança gerada por esse fato que nos preocupa enquanto cidadãos brasileiros”, disse o coronel Euller Chaves, em entrevista coletiva realizada nessa segunda-feira (10).

Reforço nas divisas do estado

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), foi reforçado o policiamento nas divisas da Paraíba. O patrulhamento é feito pelo Núcleo de Operações Especiais, grupo especializado no combate ao crime.

Entenda a fuga em massa no PB1

Cento e cinco detentos fugiram da Penitenciária de Segurança Máxima Doutor Romeu Gonçalves de Abrantes (PB1) na madrugada desta segunda-feira (10). A fuga em massa aconteceu após um grupo composto por ao menos 20 homens fortemente armados invadir o complexo prisional e detonar explosivos no portão principal. A intenção dos bandidos seria resgatar quatro detentos, que são suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em roubo a bancos. Muitos outros presos acabaram aproveitando a oportunidade para escapar da unidade.

Um tenente da Polícia Militar acabou gravemente ferido durante a fuga em massa. Ele estava na sede da Academia de Polícia Civil (Acadepol), no momento em que foi atingido por um tiro na cabeça. O prédio fica na rodovia estadual PB-008, que fez parte da rota de fuga dos detentos. O policial foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma, em situação grave.

Moradores das imediações do presídio ouviram a explosão e tiros. Nas redes sociais, áudios, fotos e vídeos circulam demonstrando o medo das pessoas, que relatam, inclusive, a possível invasão de detentos a casas próximas ao PB1.

PORTAL CORREIO

Leia mais notícias policiais

Veja outras notícias em catoleagora.com

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.