Home / Catolé do Rocha / Academias de Catolé do Rocha, Riacho, Jericó e de outras cidades são fiscalizadas

Academias de Catolé do Rocha, Riacho, Jericó e de outras cidades são fiscalizadas

Compartilhe:

Uma ação de fiscalização, realizada pelo Conselho Regional de Educação Física da 10ª Região – Paraíba, flagrou 24 academias em situação irregular em 11 cidades do sertão do estado.

+ Estudantes da Escola Estadual João Suassuna realizam protesto e vão à Câmara Municipal de Catolé

A operação faz parte do projeto “CREF Itinerante”, que reforça, em algumas cidades do interior, os serviços oferecidos na Sede, em João Pessoa, e nas Seccionais de Campina Grande e Cajazeiras. Nesta sexta-feira (30) e no sábado (1º), o Conselho estará no município de São Bento (na Escola Municipal Dr. Jarques Lucio da Silva), promovendo a regularização dos casos registrados em flagrante.

Ao todo, foram 30 academias fiscalizadas, entre os dias 20 e 23 de novembro, nas cidades de: São Bento, Paulista, Brejo do Cruz, Jericó, Riacho dos Cavalos, Catolé do Rocha, Bom Sucesso, Brejo dos Santos, São José do Brejo do Cruz.

“Todos os estabelecimentos terão oportunidade de regularizar a situação, neste fim de semana, já que estaremos em um grande mutirão de serviços na cidade de São Bento”, ressaltou o presidente do CREF10, Francisco Martins da Silva.

Segundo ele, as denúncias no interior têm aumentado, numa forma clara de que as pessoas estão colaborando mais com o combate ao exercício ilegal da profissão de Educação Física e à falta de registro ou estrutura de alguns estabelecimentos.

“É cada vez mais notória a percepção dos alunos de que as academias precisam estar regularizadas e o profissional devidamente registrado, como forma de garantia da saúde. Hoje, ninguém quer treinar em um lugar que oferece riscos”, complementou.

A ação do CREF10 registrou, também, 11 notificações de pessoa física e 06 escolas em situação irregular.

MAIS PB

Leia mais notícias de Catolé do Rocha

Veja outras notícias em catoleagora.com

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.