Home / Brasil / Advogado e ex-vereador é assassinado a tiros em seu escritório na Grande Fortaleza

Advogado e ex-vereador é assassinado a tiros em seu escritório na Grande Fortaleza

Compartilhe:

Um advogado e ex-vereador foi assassinado na manhã desta terça-feira (10) enquanto trabalhava em seu escritório na cidade de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. Segundo a Polícia Civil, dois criminosos invadiram o local e atiraram contra o advogado.

+ Missionária paraibana foi assassinada com requintes de crueldade em Santa Catarina

A vítima, identificada como Francisco Erivaldo Rodrigues, 53 anos, estava dentro do estabelecimento, quando foi surpreendido pelos bandidos. O advogado foi atingido pelos disparos e morreu na hora. Após o crime, os suspeitos fugiram.

O escritório de advocacia, localizado no Bairro Novo Pabussu, foi isolado para as primeiras investigações da polícia. A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também foi acionada para o local.

A Delegacia Metropolitana de Caucaia informou que abriu um procedimento para investigar o assassinato. A polícia, contudo, não deu detalhes sobre a motivação crime. Até as 12h45 desta terça, nenhum dos suspeitos havia sido detido, conforme a polícia.

OAB lamenta o caso

A Ordem dos Advogados do Brasil Secção Ceará (OAB-CE) lamentou o assassinato de Erivaldo Rodrigues e repudiou o crime. A presidente da OAB-CE, Marcelo Mota, compareceu nesta manhã à delegacia para acompanhar as investigações e prestar apoio aos familiares.

“Repudiamos essa violência, pois é um ato que atenta não só contra a vida, mas também contra a toda a advocacia brasileira. Ele era um advogado experiente, que já exerceu cargo de parlamentar. A OAB está prestando todo apoio e também cobra uma investigação minuciosa”, afirmou Marcelo Mota.

Candidato às eleições

Francisco Erivaldo Rodrigues era policial civil e foi vereador de Caucaia entre os anos de 2005 e 2008. Em 2009, ele teve o mandato cassado pela Justiça. Em 2016, o advogado criminalista tentou se reeleger para a Câmara Municipal de Caucaia, pelo PC do B, mas não obteve sucesso.

G1 CE

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.