Home / Esporte / Brasil vence a Venezuela e é campeão Sul-Americano no vôlei masculino

Brasil vence a Venezuela e é campeão Sul-Americano no vôlei masculino

Compartilhe:

Invencibilidade. Essa é a palavra que resume a participação do Brasil no Campeonato Sul-Americano disputado em Santiago, no Chile. Depois de vencer a Venezuela nesta sexta-feira por 3 sets a 0 (25/21, 25/6, 25/18), a seleção terminou a competição invicta, sem perder uma parcial sequer.

+ Brasil vence a Itália e conquista o 12º título do Grand Prix de vôlei

+ Botafogo derruba mais um campeão e se classifica na Libertadores

O 31º título do torneio continental em 31 participações é o primeiro do técnico Renan Dal Zotto no comando da seleção brasileira. Com a vitória, o Brasil garante a vaga no Mundial de 2018, que acontecerá na Itália e Bulgária. Disputado de quatro em quatro anos, é o mais importante da modalidade depois dos Jogos Olímpicos.

– Um título importante, o Campeonato Sul-Americano vale somente uma vaga no Mundial. É importante também por manter a hegemonia brasileira na América do Sul, uma responsabilidade muito grande que tínhamos. Saímos daqui com o sentimento de dever cumprido – comentou o treinador após a partida.

Neste domingo, a seleção brasileira joga um amistoso em São Paulo, no ginásio do Ibirapuera, contra os Estados Unidos, às 10h com transmissão da TV Globo. Na terça-feira, é a vez de Manaus receber as duas equipes para mais um amistoso às 20h, na Arena Amadeu Teixeira.

O jogo

A Venezuela surpreendeu ao chegar à final do Sul-Americano, mas a seleção brasileira entrou em quadra expondo logo de cara a diferença técnica das equipes e abriu quatro pontos de vantagem nos primeiros minutos de jogo. Com o time titular escalado, o Brasil desestabilizou a recepção venezuelana e fechou a rede. Depois de uma excelente passagem de Lucão pelo saque, o placar era de 12 a 3 para a seleção. Os venezuelanos ameaçaram uma reação com González e conseguiram encostar fazendo 22 a 17. No final do primeiro set, lance polêmico: uma bola desviou em Lucão, mas a arbitragem não viu e deu o ataque para fora da Venezuela. Como não há desafio de vídeo nesta competição, o Brasil ficou com o ponto. Mesmo cometendo alguns erros atípicos, o time de Renan fechou a parcial por 25 a 21.

O enredo se repetiu no início do segundo set, e os brasileiros também fizeram quatro pontos obrigando o técnico da Venezuela Ronald Sarti a parar o jogo. Depois do intervalo, os adversários fizeram seu primeiro ponto, mas o Brasil mostrou seriedade e continuou ampliando sua vantagem no marcador: 11 a 1. O contra-ataque e o bloqueio, fundamentos que exigiram atenção especial do técnico Renan nos treinos antes da competição, funcionaram de forma natural. Na metade da parcial a diferença no placar era desproporcional, e o Brasil abriu 16 a 1. Maurício Souza foi o destaque da parcial com saques excelentes e bastante efetivo na rede. No erro da Venezuela, a seleção encerrou mais um set com vitória: 25 a 6.

Depois do passeio do set anterior, foi a vez da Venezuela largar na frente e abrir a contagem. A parcial começou mais equilibrada, com a bola cainda nos dois lados da quadra. Os venezuelanos cresceram na partida e conseguiram ultrapassar o Brasil pela primeira vez fazendo 8 a 9. Os brasileiros voltaram a forçar o saque e conseguiram parar a reação dos adversários abrindo uma pequena vantagem de de três pontos: 16 a 13. Mais focados e se impondo, não demorou para a seleção voltar a dominar a partida e conquistar o título do Sul-Americano vencendo por 25 a 18.

Brasil no Sul-Americano

Levantadores: Bruninho e Raphael
Opostos: Wallace e Renan
Centrais: Lucão, Maurício Souza, Otávio e Isac
Ponteiros: Lucarelli, Maurício Borges, Douglas e Rodriguinho
Líberos: Tiago Brendle e Thales

Fase de Grupos

Brasil 3 x 0 Paraguai (25/4, 25/14, 25/10)
Brasil 3 x 0 Venezuela (25/10, 25/16, 25/14)
Brasil 3 x 0 Colômbia (25/14, 25/11, 25/21)

Semifinal

Brasil 3 x 0 Chile (25/20, 25/12, 25/14)

Final

Brasil 3 x 0 Venezuela (25/21, 25/6, 25/18)

GLOBO ESPORTE

Veja outras notícias em www.catoleagora.com

Acompanhe também nossas notícias no Facebook.

Contato com o Catolé Agora: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Veja Também

Emepa e Emater implantam apiários no Ecoprodutivo em três municípios da Paraíba

Numa ação coordenada pelo técnico Leon Denis Batista do Carmo, da Emepa, em parceria com ...

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.