Home / Saúde / Cardiologista destaca os benefícios da corrida

Cardiologista destaca os benefícios da corrida

Compartilhe:

Ao longo do ano poucos passos foram dados na direção de uma vida saudável, mas com a proximidade do verão foi iniciada uma corrida para exibir o corpo ideal nas areias das praias. A situação lhe parecer família, leitor? Cada vez mais pessoas despertam para a necessidade de cuidarem do corpo pouco antes do início da estação mais quente do ano. Mas, ainda é possível reduzir medidas e até mesmo emagrecer até lá? A corrida pode ser, literalmente, uma aliada nesse processo.

+ Estes são os melhores alimentos para o cérebro do seu bebê

“A corrida estimula o sistema cardiorrespiratório e, por conta disso, gera alterações fisiológicas como a diminuição da frequência cardíaca de repouso, redução do percentual de gordura, controle da glicemia, além do fortalecimento dos membros inferiores. Por ser uma atividade que envolve grandes grupos musculares, a atividade tem se mostrado um aliado para aquelas pessoas que querem se preparar para o verão”, explica o educador físico, Marcílio Vieira.

+ Entenda como a mastigação correta influencia na saúde

Ele alerta que é sempre momento de iniciar a prática de exercícios. “Aproveitar o início do verão para começar uma nova atividade física é tanto válido, quanto importante, mas isso não significa que é possível alcançar resultados pulando etapas”, alerta. Marcílio explica ainda que “o corpo que não se movimentava com tanta intensidade e frequência, como é o caso do sedentarismo, precisa realizar uma avaliação física, onde serão estabelecidas metas e analisadas possíveis restrições”.

De acordo com o cardiologista Israel Reis, as pessoas que têm mais de 40 anos e sintomas específicos como dor no peito, palpitações ou intolerância aos esforços, além de fatores de risco para doença cardíaca a exemplo de hipertensão, diabetes, tabagismo, história familiar de doença cardíaca, colesterol alto e obesidade precisam fazer além da avaliação física, a avaliação médica. “Os atletas que realizam atividades competitivas também devem fazer a avaliação que inclui consulta e pode se estender para exames como eletrocardiograma, teste ergométrico ou ergoespirométrico, entre outros”, informa o especialista.

O médico ressalta ainda que “iniciar atividade física já é, por si só, um grande passo. Tomar a decisão, vencer a inércia, arranjar um tempo numa agenda corrida, fará de você alguém mais saudável e feliz”.

O cardiologista, que já aderiu ao esporte, reafirma que a corrida melhora o condicionamento cardiorrespiratório, fortalece os ossos, os músculos, tendões e ligamentos, além de queimar o excesso de gorduras no corpo, auxiliando a emagrecer e combater a obesidade. “Como todo exercício, deve-se começar com menor intensidade e progressivamente aumentando a carga e o esforço. Nesse sentido, a orientação de um profissional de educação física é fundamental, definindo um programa de acordo com o objetivo de cada um, e melhorando a técnica. Tudo isso precisa ser associado a uma alimentação saudável e balanceada”, informa.

Apesar de ser um esporte fácil e democrático, a corrida também possui suas particularidades e informações técnicas como tipos de calçado, tempo de duração e intensidade do treino. Para quem não deseja encarar o desafio sozinho, existem grupos de corrida que ajudam a inserir os novos aspirantes a atletas no esporte. “Cada aluno é assistido de forma individual construída a partir do perfil, condicionamento físico e objetivo de cada um com atividades direcionadas. O resultado disso são respostas mais rápidas, seguras e eficientes”, explica um dos fundadores do Grupo de Corrida Triação em Feira de Santana, Cleiton Lopes.

ACORDA CIDADE

Leia mais notícias de saúde

Veja outras notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anúncios ou informações: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Veja Também

Loja de móveis e eletrodomésticos é assaltada em Brejo dos Santos

A bruxa rola solta no município de Brejo dos Santos, sertão paraibano. Em menos de ...

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.