Home / RN / Casal é morto a tiros no bairro Dom Jaime Câmara em Mossoró-RN

Casal é morto a tiros no bairro Dom Jaime Câmara em Mossoró-RN

Compartilhe:

O duplo homicídio aconteceu no inicio da noite desta quinta-feira, 02 de agosto, na Rua Maria das Graças, no conjunto Sonho Colorido no bairro Dom Jaime Câmara/Malvinas, em Mossoró no Rio Grande do Norte e teve como vítimas Francisco Cleiton de Melo Arruda, “Lourinho” de 26 anos de idade e uma moça conhecida apenas como “Joyce”, aparentemente bem jovem, que foi alvejada com um tiro na nuca e morreu dentro de casa.

+ Bandidos trocam tiros com a polícia em Umarizal e consegue fugir após tiro de 12 atingir a viatura

Lourinho que segundo o Delegado Roberto Moura, seria o alvo dos criminosos, chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho da Unidade de Pronto Atendimento do Alto de São Manoel. Segundo registro, Lourinho já havia sofrido outro atentado, próximo ao mercado do Vucu Vuco no dia 20 de fevereiro passado.

Segundo informações, alguns jovens conversavam na calçada da residência, quando foram surpreendidos por dois elementos que chegaram ao local para um acerto de contas com “Lourinho”, que tentando se livrar da morte, teria entrado correndo na residência, onde “Joyce” estava na sala falando com alguém no celular.

Ela foi atingida com um tiro na nuca e morreu na hora, ali mesmo onde estava. Os criminosos entraram na casa e atiraram varias vezes em Lourinho que tentou se esconder dentro de um quarto da casa.

Uma moça no lugar errado na hora errada:
Segundo relatos, Joyce que morava no bairro Belo Horizonte, no outro lado da cidade, teria pedido autorização à dona da casa onde foi morta, para passar o final de semana na casa da família, com um filho da dona da casa, que se conheceram através de uma rede social. Ela chegou ontem e no final da tarde de hoje, momentos antes do crime, a moça pediu licença às pessoas que estavam na calçada, para passar uma mensagem para a mãe dela. Ela caiu morta com o celular na mão na sala da casa. Pela dinâmica da pericia, o perito criminal Jader Viana acredita que “Joyce” nem chegou a ver os criminosos que a executaram.

O CÂMERA

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.