Home / Brasil / Casal é morto a tiros quando o marido socorria a mulher vítima de acidente de trânsito

Casal é morto a tiros quando o marido socorria a mulher vítima de acidente de trânsito

Compartilhe:

Um casal foi morto a tiros na manhã desta quarta-feira (18) quando estava a caminho do hospital. O homem socorria a mulher, que tinha acabado de sofrer um acidente de moto junto com a filha, de 11 anos, em Morro Agudo (SP). A criança já tinha sido levada por uma ambulância.

+ Paraibano morre em grave acidente no Estado do Ceará

Segundo a Polícia Civil, a suspeita é de execução, mas o atirador e o comparsa não foram identificados. A Polícia Civil informou que 12 cápsulas de pistola semiautomática foram apreendidas próximas ao carro das vítimas.

Ainda de acordo com a polícia, Priscila Limeira Pinto, de 35 anos, levava a filha na moto, por volta de 7h10, quando perdeu o controle da direção. Ambas caíram no asfalto, no bairro São José, e ficaram feridas. A menina foi socorrida por uma ambulância.

Priscila foi levada ao hospital pelo marido, Edson Carlos Custódio, de 35 anos. No momento em que o carro do casal passava pela Rua Estados Unidos, foi interceptado por uma moto. O garupa atirou várias vezes contra o veículo, que chegou a bater contra uma árvore.

Custódio foi atingido por sete tiros e Priscila por outros dois. Ambos morreram no local, antes mesmo de serem socorridos. Os suspeitos do crime fugiram e não haviam sido presos ou identificados até o fim da manhã de quarta-feira.

Ainda segundo a polícia, Custódio era ex-presidiário e tinha antecedentes criminais por furto, roubo, tráfico de drogas, tentativa de homicídio e ameaça. Priscila era auxiliar de serviços gerais em uma creche da cidade.

G1 

 

Leia mais notícias do Brasil

Veja outras notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anunciar no Portal: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Veja Também

Avô e tio são presos suspeitos de estuprar criança de nove anos na Paraíba

Nesta quarta-feira (23), a Polícia Civil cumpriu dois mandados de prisões por crime de estupro ...

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.