Home / Geral / China e Brasil lideram ranking dos viciados em ficarem online

China e Brasil lideram ranking dos viciados em ficarem online

Compartilhe:

Por um ponto percentual, o Brasil é segundo colocado em uma pesquisa liderada pela China sobre parcela da população que admite não conseguir ficar offline, mesmo quando deveria. Um estudo da GFK revela que 43% dos chineses concordam que deveriam ficar mais desconectados. No Brasil, o índice dos que deram a mesma resposta é de 42%.

+ Facebook atinge marca de 2 bilhões de usuários

+ Big brother? Casal descobre câmera escondida no telhado do quarto

Conforme a GFK, 22 mil pessoas, com mais de 15 anos de idade, responderam à pesquisa em 17 países. A faixa etária mais crítica é dos 15 aos 19 anos. Nela, quase a metade dos entrevistados (44%) disseram ter dificuldades em se desconectar, mesmo que considere necessário. Nas posições seguintes: Argentina (40%), México (38%) e EUA (31%).

Considerando a população conectada mundialmente, o número dos que se consideram dependentes chega a 34%. O TechTudo ressalta que o número vai diminuindo gradativamente: 41% para a faixa dos 20 anos, 38% para os 30 e se torna minoritário a partir dos 50. A pesquisa revela ainda que o gênero não influencia na resposta, com índices proporcionais entre homens e mulheres.

NOTÍCIAS AO MINUTO

Veja outras notícias em www.catoleagora.com

Acompanhe também nossas notícias no Facebook.

Contato com o Catolé Agora: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Veja Também

Romã e uva passa afastam sinais de envelhecimento; entenda

Algumas frutas possuem propriedades que ajudam a combater o envelhecimento precoce, entre elas está o ...

Comentários no Facebook