Home / Saúde / Cientistas sugerem frequência com que se deve ter relações sexuais para reduzir o risco de câncer de próstata
© DR

Cientistas sugerem frequência com que se deve ter relações sexuais para reduzir o risco de câncer de próstata

Compartilhe:

Manter uma vida sexual ativa e regular faz bem à saúde, sugere um estudo chinês. De acordo com alguns cientistas, os homens devem ter relações sexuais entre duas e quatro vezes por semana de modo a reduzirem o risco de aparecimento de câncer de próstata.

+ DST pouco conhecida surge resistente a antibióticos e se alastra

Ainda assim, a pesquisa alertou que o número de parceiros deve ser limitado e que os participantes que mantinham um maior número de casos estavam também mais propensos a sofrerem com a doença.

Uma equipa de investigadores na Universidade de Sichuan, na China, observou a correlação entre o sexo e a probabilidade de desenvolvimento de câncer de próstata.

Após terem analisado dados relativos a 55,490 homens a partir de 22 estudos diferentes, apuraram que o risco de aparecimento de tumores tendia a decrescer à medida que a frequência sexual aumentava.

Aparentemente ser íntimo com alguém, entre duas a quatro vezes por semana é o nível ideal e mais benéfico para a saúde.

Os participantes que mantinham esse tipo de atividade apresentavam uma probabilidade menor, de 10%, de virem a sofrer daquela doença, comparado a outros indivíduos.

O líder da pesquisa, o médico e professor Jian Zhongyu, disse: “Homens com menos parceiros sexuais, que tiveram o primeiro relacionamento sexual após os 20 anos e que mantêm uma ejaculação moderada e frequente estão menos predispostos a virem a sofrer de câncer de próstata”.

NOTÍCIAS AO MINUTO

Leia mais notícias de saúde

Veja outras notícias em catoleagora.com

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.