Home / Destaque / Com apagão e gol de Yago Pikachu, Vasco derrota o Avaí em São Januário

Com apagão e gol de Yago Pikachu, Vasco derrota o Avaí em São Januário

Compartilhe:

O Vasco manteve a regularidade nos jogos disputados em São Januário neste Campeonato Brasileiro e derrotou o Avaí, por 1 a 0 em partida realizada na noite deste sábado. O único gol foi marcado por Yago Pikachu, no primeiro tempo, após bela jogada individual de Nenê. A partida ficou interrompida por quase 30 minutos, na etapa inicial, quando os refletores apagaram. Durante a paralisação, os torcedores brigaram na arquibancada e a polícia precisou intervir para acabar com o tumulto.

VEJA TAMBÉM:

O resultado fez o time cruz-maltino subir para a sexta posição com 12 pontos ganhos. O Leão da Ressacada ocupa a última colocação com apenas cinco pontos. O resultado foi justo porque o clube mandante teve sempre o controle das ações diante de um adversário que correu muito, mas não mostrou qualquer inspiração.

Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar o Botafogo, no Engenhão. O Avaí vai receber o Fluminense, na Ressacada.

O jogo

O Vasco começou a partida no ataque e, antes do primeiro minuto, criou a primeira situação de gol, mas a conclusão de Douglas foi bem defendida por Kozlinski. Muito retraído no início, o Avaí foi se soltando e o goleiro Martín Silva teve que sair de soco para evitar que o cruzamento fechado de Marquinhos chegasse ao gol. O time carioca respondeu com um toque de Luis Fabiano para Mateus Vital, mas o chute do meia saiu, levando perigo ao gol catarinense.

Aos 13 minutos, quando a partida estava equilibrada, faltou luz no estádio de São Januário, interrompendo a partida. Com a luz apagada e sem ter como torcer, a torcida cruz-maltina dirigiu sua bronca para o presidente Eurico Miranda, gritando palavras de ordem contra o dirigente. Torcedores contra e a favor da administração iniciaram uma briga que só foi contida pela chegada da Polícia Militar.

Depois de 27 minutos de paralisação, a partida recomeçou. E o primeiro momento de perigo foi dos catarinenses. Após cruzamento na área, Rômulo cabeceou por cima do travessão. O Vasco respondeu com um cruzamento de Mateus Vital para Luis Fabiano, mas a zaga se antecipou e desviou para escanteio.

Aos 16 minutos, o zagueiro Paulão se atrapalhou com Martín Silva e a bola sobrou para Diego Tavares, mas o atacante não conseguiu concluir.

O Vasco marcou o primeiro gol, aos 19 minutos. Nenê fez grande jogada individual, se livrou da marcação e quando o goleiro Kozlinski saiu, ele tocou para Yago Pikachu que, com o gol vazio, apenas empurrou para as redes. Na comemoração, o meia Evander saiu do banco de reservas, invadiu o campo para comemorar e foi advertido com cartão amarelo.

A vantagem animou o time da casa que quase ampliou aos 22 minutos, quando Douglas recebeu bom passe e chutou para ótima defesa de Kozlinski. Sem alternativa, o Avaí tentou partir para o ataque, mas não conseguia chegar na área carioca em condições de concluir.

Aos 34 minutos, Nenê recebeu pela esquerda e tentou lançar para Luis Fabiano, mas o cruzamento foi fechado e acabou nas mãos do goleiro do time visitante. Dois minutos depois, a equipe catarinense criou a sua melhor oportunidade. Leandro Silva fez bom passe para Rômulo que chutou forte. Martín Silva, com dificuldade, defendeu em dois tempos. A resposta do Vasco veio em cabeçada perigosa de Luis Fabiano, mas a bola saiu.

O jogo ficou mais aberto e Martín Silva novamente apareceu bem para defender um chute perigoso de Juan. O goleiro do Vasco voltou a salvar sua equipe, aos 41 minutos, ao defender um chute de Romulo que desviou no zagueiro.

Na última jogada importante da primeira etapa, Gilberto chutou, o goleiro do Avaí deu rebote e Luis Fabiano concluiu para fora, perdendo boa chance de ampliar a vantagem.

Os dois times voltaram sem mudanças para o segundo tempo que começou em ritmo lento. As equipes não conseguiam criar jogadas de ataque e a partida ficou monótona. Só aos dez minutos, é que o Leão da Ressacada apareceu na área carioca. Após erro de Douglas, a bola ficou com Leandro Silva que arriscou. A bola desviou na zaga e saiu para escanteio.

O Vasco encontrava dificuldades para penetrar na defesa catarinense. O meia Mateus Vital tentava cair pelo lado direito para tabelar com o lateral Gilberto, mas os visitantes bloqueavam bem as investidas. Preocupado com a apatia do ataque, o técnico Milton Mendes trocou o meia Yago Pikachu pelo atacante Manga Escobar.

Na primeira investida, aos 20 minutos, Escobar foi derrubado ao lado da área. Nenê fez a cobrança e o goleiro Kozlinski rebateu, de soco, para fora da área. Aos 25, o goleiro da equipe de Santa Catarina voltou a se destacar, ao desviar para escanteio, um chute forte do lateral Henrique. Na jogada seguinte, Henrique caiu na área após dividida e a torcida pediu pênalti, mas a arbitragem nada marcou.

O Vasco voltou a ameaçar aos 34 minutos. Gilberto cruzou para Nenê que dominou e tocou para o chute de Douglas, mas a bola desviou na zaga e saiu. O Avaí tentou pressionar nos minutos finais, mas o time de Milton Cruz é que teve a chance de ampliar. Após lançamento de Paulão, Andrezinho recebeu em ótimas condições, mas foi bloqueado na hora do chute.

Nos acréscimos, o time catarinense quase empatou, mas Martín Silva salvou com o pé um chute de Leandro Silva que penetrou livre na área.

GAZETA ESPORTIVA

Veja outras notícias em www.catoleagora.com

Acompanhe também nossas notícias no Facebook.

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.