Home / Destaque / Congresso do Paraguai legaliza plantio de maconha para uso medicinal

Congresso do Paraguai legaliza plantio de maconha para uso medicinal

Compartilhe:

Congresso do Paraguai aprovou um projeto de lei nesta terça-feira (5) que cria um sistema patrocinado pelo Estado para importar sementes de maconha e cultivar a planta para uso medicinal, decisão que segue outros países da América Latina.

O Paraguai autorizou a importação do óleo de cannabis em maio, sob controle do Ministério da Saúde, e a decisão de terça-feira foi celebrada por pacientes e seus entes queridos por tornar o produto mais facilmente disponível.

“Estamos muito felizes pois isso também permitirá a importação de sementes para produção do óleo”, disse Roberto Cabanas, vice-presidente da organização medicinal de cannabis do Paraguai. Sua filha possui a síndrome de Dravet e a família pagava 300 dólares por mês pelo óleo de cannabis importado.

Peru, Chile, Argentina e Colômbia já legalizaram a maconha para uso medicinal. O Uruguai legalizou totalmente a plantação e a venda de maconha para uso indiscriminado.

O projeto deverá ser sancionado pelo Executivo uma vez que foi apoiado pelo Ministério da Saúde.

O cultivo de maconha para fins recreativos é ilegal no Paraguai, ainda que o país seja fonte chave de maconha ilegal traficada para Brasil e Argentina.

REUTERS

Leia mais notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anúncios ou informações: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Veja Também

Inspeção veicular será obrigatória no país até o fim de 2019

Agora é oficial. A inspeção veicular voltará a ser obrigatória, mas dessa vez em todo ...

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.