Home / Saúde / Conheça 4 alimentos que ajudam a acabar com o estresse
© Shutterstock

Conheça 4 alimentos que ajudam a acabar com o estresse

Compartilhe:

A relação entre a alimentação e o estresse é complexa e nem sempre é fácil de controlar. Aquilo que as pessoas comem pode influenciar (de forma positiva ou negativa) os níveis de estresse, mas o próprio estresse pode ser também um dos principais desencadeadores das escolhas alimentares. Tudo depende do organismo de cada um e da forma como o cortisol (hormônio do estresse) atua, sendo o mais habitual o estado do espírito estar diretamente relacionado com o ganho de peso.

+ Se masturbar faz bem para a saúde e pode até reduzir o risco de diabetes. Confira

Recentes estudos têm apontado o estresse como uma das principais causas da obesidade, uma vez que o cortisol tem-se revelado mais eficaz junto da grelina, conhecida como hormônio da fome por não facultar a capacidade de saciedade.

Para evitar o impacto nocivo do estresse, especialmente no ganho de peso, mas também para evitar ao máximo estar estressado, nada como apostar na alimentação, em particular nos alimentos no seu estado natural e isentos de algum tipo de processamento.

De acordo com o site Mind Body Green, um dos alimentos mais eficazes contra o nervosismo é a couve-flor, pois é rico em vitamina C e, por isso, eficaz na hora de limpar o organismo e reforçar o sistema imunológico. Este reforço acontece nas glândulas supra-renais, onde se encontram os hormônios que estão ligados ao estresse, como o cortisol e a adrenalina.

Também o espinafre é uma excelente opção. Para além da vitamina C, possui ainda vitaminas do complexo B e outros minerais capazes de regular o sistema hormonal.

Muito comum na alimentação vegetariana (devido ao alto teor proteico), o trigo sarraceno também se enquadra no leque de alimentos que ‘espantam’ o estresse. tanto pela isenção de glúten (o que faz com que não provoque qualquer tipo de desconforto ou ‘estresse’ no sistema digestivo) quanto pelo vasto leque de minerais, como é o caso do magnésio, capaz de se aliar a várias enzimas ‘amigas’. Os aminoácidos presentes neste cereal fazem com que o sistema nervoso funcione plenamente.

E por falar em aminoácidos, a publicação dá ainda destaque ao salmão, um peixe gordo rico em ácidos graxos ômega 3, gorduras saudáveis e vários nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo e do sistema nervoso. O consumo de salmão está associado a menores sintomas de depressão, ansiedade e a menores mudanças de humor, três fatores que são influenciados e também influenciam os níveis de estresse.

NOTÍCIAS AO MINUTO

Leia mais notícias de saúde

Veja outras notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anúncios ou informações: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Veja Também

Modelo Juliana Malveira estreia na TV como apresentadora e quer se dedicar ao novo desafio

Modelo vira apresentadora de um programa, em que mostrará as últimas tendências da moda. Sucesso ...

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.