Home / Sem categoria / Conmebol anuncia final da Libertadores em jogo único a partir de 2019
Atual campeão da Libertadores, Grêmio venceu a final de 2017 em dois jogos (Foto: Lucas Uebel / Grêmio F.B.P.A.)

Conmebol anuncia final da Libertadores em jogo único a partir de 2019

Compartilhe:

A Conmebol anunciou nesta sexta-feira que a final da Libertadores passará a ser disputada em jogo único a partir de 2019. A edição deste ano é a última com decisão em duas partidas. A medida foi aprovada por unanimidade pelo conselho da entidade.

+ Grêmio sofre com um a mais de novo, mas é campeão da Recopa nos pênaltis

O estádio será escolhido pela Conmebol com antecedência, e a previsão é de que a final seja sempre num sábado em horário nobre, nos mesmos moldes do que acontece na Liga dos Campeões. A ideia é que cada finalista receba US$ 2 milhões (o equivalente a R$ 6,46 milhões, na cotação desta sexta), mais 25% da receita da bilheteria – os times não terão gastos com a organização.

– Mais que uma partida, este será um grande evento esportivo, cultural e turístico que trará grandes benefícios para o futebol sul-americano, seus clubes e seus torcedores. Esta emocionante alteração oferecerá um espetáculo desportivo de classe mundial e uma melhor experiência em casa e no estádio. Em termos de desenvolvimento, projetamos maiores receitas para o torneio e para os clubes finalistas, assim como uma maior projeção do futebol sul-americano e da Conmebol a nível global – explicou o presidente Alejandro Domínguez no site oficial da entidade.

GLOBO ESPORTE

Leia mais notícias do Esporte

Veja outras notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anúncios ou informações: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.