Home / Política / Ex-prefeita e ex-procurador do Conde-PB são presos por lavagem de dinheiro

Ex-prefeita e ex-procurador do Conde-PB são presos por lavagem de dinheiro

Compartilhe:

A ex-prefeita Tatiana Lundgren Correa de Oliveira e o ex-procurador Francisco Cavalcante Gomes do município do Conde, Região Metropolitana de João Pessoa, foram presos na manhã desta terça-feira (6) por lavagem de dinheiro e fraudes praticadas contra o erário da cidade. A prisão aconteceu durante operação conjunta do Ministério Público da Paraíba (MPPB), Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) e Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil (GOE).

+ TCE-PB reprova contas e impõe a ex-prefeito débito superior a R$ 1,8 milhão

G1 tentou entrar em contato através dos telefones de Tatiana Lundgren Correa de Oliveira, mas as ligações não foram atendidas. Não conseguimos localizar a defesa da ex-prefeita e de Francisco Cavalcante Gomes.

Segundo a investigação do Gaeco, os denunciados promoveram a desapropriação fraudulenta de terras, no valor de R$ 620 mil. Essa quantia retornava em benefício de Tatiana Lundgren e Francisco Cavalcante através da utilização de terceiras pessoas.

Além dos mandados de prisão preventiva a ex-prefeita do Conde e ex-procurador do município, a operação também cumpriu mandados de busca e apreensão.

De acordo com o coordenador do Gaeco, do Ministério Público, Octávio Paulo Neto, os dois serão encaminhados ao GOE. Além disso, outras nove pessoas também estão sendo investigadas na operação.

G1 PB

Leia mais notícias da política

Veja outras notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anúncios ou informações: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Veja Também

Loja de móveis e eletrodomésticos é assaltada em Brejo dos Santos

A bruxa rola solta no município de Brejo dos Santos, sertão paraibano. Em menos de ...

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.