Home / Destaque / Explosão durante carnaval na Bolívia mata oito pessoas e fere 40

Explosão durante carnaval na Bolívia mata oito pessoas e fere 40

Compartilhe:

Uma explosão onde era celebrado o carnaval da cidade de Oruro, na Bolívia, na noite deste sábado, deixou oito mortos, incluindo três crianças e uma adolescente, e 40 feridos, informou o comandante do departamento de polícia local, Rommel Raña. Acredita-se que o incidente tenha sido causado por vazamento de gás.

Encontro histórico das duas Coreias marca início da Olimpíada de Inverno

De acordo com o subcomandante do departamento de polícia, Freddy Betancurt, o óleo quente utilizado pelo vendedor pode ter enfraquecido a mangueira plástica do botijão. Ele disse ainda que a explosão ocorreu em uma rua paralela ao local onde participantes do desfile folclórico faziam sua entrada do carnaval da cidade, um dos mais importantes do país. Ela criou uma onda expansiva de pelo menos 50 metros.

As vítimas foram identificadas e tiveram seus nomes divulgados pela polícia bolivariana. Os menores de idade são: Emily Fernandez Gutierrez, de 4 anos, Nicole Gutierrez Guarachi, de 4 anos, Gabriel Fernandez Gutierrez, de 7 anos, e Ariana Fatima Herrera, de 16 anos. Já os adultos tem idades que variam entre 24 e 71 anos. Seus nomes são: Gisselle Katherine Balderrama Gutierrez, de 24 anos, Herberth Gutierrez Fernandez, de 38 anos, Janeth Vicenta Gutierrez, de 47 anos, e Ana Fernandez de Gutierrez, de 71 anos.

O presidente da Bolívia, Evo Morales, lamentou a tragédia em seu perfil oficial do Twitter e disse que presta solidariedade às vítimas e suas famílias.

“Bastante consternado, recebemos a notícia de mortes registradas por uma explosão de botijão de gás próxima da Entrada Folclórica do Carnaval de Oruro. Toda nossa solidariedade às famílias das vítimas. Prestaremos ajuda necessária aos feridos. Que se estabeleçam as causas da tragédia”, afirmou Morales.

Segundo o comandante Raña, a explosão ocorreu nas ruas Cochabamba e Bakovic, fazendo esquina com a avenida del Ejército, por volta das 18h45 deste sábado. Ao jornal “Los Tiempos”, ele afirmou que as vias foram fechadas para investigação coordenada com o laboratório de explosivos e o Instituo Técnico Científico.

“A hipótese tem relação com um mal uso de uma pessoa que vendia comida na esquina da avenida del Ejército e a rua Bakovic. Ao derramar azeite onde estava a comida, fez com que superaquecesse a mangueira, provocando um vazamento de gás e a explosão do botijão”, disse Raña durante uma coletiva de imprensa.

Uma testemunha contou à página “Doble Impacto”, do jornalista Edwin Choque, ainda muito abalada, que ficou preocupada com sua sobrinha.

“Minha pequena sobrinha estava lá em cima, o único que fiz foi gritar o nome da minha irmã, nada mais”, afirmou.

O Carnaval de Orura atrai turistas da Bolívia e de todo o mundo e foi declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO.

O GLOBO

Leia mais notícias do mundo

Veja outras notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anúncios ou informações: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.