Home / Sem categoria / Flamengo perde o jogo e a invencibilidade, mas segue líder do Brasileirão

Flamengo perde o jogo e a invencibilidade, mas segue líder do Brasileirão

Compartilhe:

O Flamengo visitou a Chapecoense na Arena Condá na tarde deste domingo e perdeu sua invencibilidade no Campeonato Brasileiro. A equipe catarinense saiu de campo com uma vitória suada por 3 a 2, com o último gol marcado aos 45 minutos do segundo tempo.

+ Bahia atropela o Vasco e abre vantagem nas oitavas de final da Copa do Brasil

A Chape saiu na frente com Canteros ainda no primeiro tempo. Guerrero deixou tudo igual logo após o retorno do intervalo, mas Guilherme voltou a colocar a Chape na frente na cobrança de pênalti cometido por Jonas sobre o atacante. Vinícius Jr. empatou para o Fla, mas Leandro Pereira deu números finais ao confronto.

Apesar da derrota, o Flamengo segue líder da competição com 10 pontos, agora empatado com Corinthians e Atlético Mineiro. Na próxima rodada, a equipe carioca terá pela frente o Vasco, no sábado no Maracanã.

A Chapecoense, por sua vez, conquistou sua primeira vitória e deixou a zona do rebaixamento, agora com seis pontos. A equipe só entrará em campo pela competição nacional no dia 20, diante do Internacional, no Beira-Rio.

O Jogo 

De olho no confronto da próxima quarta-feira contra o Emelec, pela Libertadores da América, o técnico Maurício Barbieri optou por poupar um grande número de titulares no confronto em Chapecó. Sem Diego Alves, Réver, Renê, Cuellar, Lucas Paquetá, Everton Ribeiro e Henrique Dourado, o Flamengo foi a campo com uma equipe mista e inédita.

Com um time desentrosado e sem ritmo de jogo, o Rubro-Negro se viu diante de uma Chapecoense bem postada, escalada com três volantes, e pronta para explorar as jogadas em velocidade, principalmente pelo lado direito do ataque.

Truncado entre as duas intermediárias e com muitos passes errados, o jogo não foi bonito de se ver. O Flamengo não mostrava a criatividade necessária para furar o bloqueio adversário, que mantinha uma forte marcação em seu campo.

As chances de gol foram poucas. Aos 4 minutos do primeiro tempo, Leandro Pereira levou a melhor pelo alto contra Léo Duarte e acertou cabeçada que tocou no travessão antes de sair pela linha de fundo. O Flamengo respondeu aos 14, quando Guerrero ficou com a sobra de um bate rebate na área mas finalizou para fora.

Aos 22, a Chape chegou ao gol. Apodi recebeu de Guilherme na ponta direita, foi à linha de fundo e cruzou. Canteros acertou chute rasteiro e colocou a equipe catarinense na frente no placar.

Três minutos depois, uma vacilada da defesa do Fla quase permite à Chape ampliar. O goleiro César bobeia e é travado por Arthur. Guilherme pega a sobra e chuta em cima de Juan. No rebote, Canteros tocou para Guilherme, que levantou na área e Arthur quase marca de cabeça.

O Flamengo teve boa chance aos 34, em falta que Pará cobrou na área. O volante Jonas acertou o cabeceio, mas a bola saiu fraca e Jandrei conseguiu salvar o gol.

Na volta do vestiário, o Fla voltou com nova postura e saiu pressionando a equipe da casa. Não demorou e a equipe carioca chegou ao empate. Falta na esquerda do ataque, Trauco levantou no segundo pau e Guerrero, quase sem ângulo, cabeceou para o gol – marcando após sete meses e três dias, devido a punição por doping.

O Flamengo passou a dominar a partida e foi para cima da Chape em busca do gol da virada. Aos 10, Marlos tabelou com Diego e recebeu na frente. Jandrei saiu bem do gol e evitou a conclusão do colombiano.

Aos 17, Guerrero desperdiçou boa chance de marcar. Em contra-ataque em velocidade, Rodinei acionou o peruano, que dominou e acertou uma bomba, mas mandou longe do gol de Jandrei.

Quando esteve em seu melhor momento na partida, o zagueiro Juan falhou na saída de bola, e perdeu para Guilherme. O atacante partiu em velocidade e foi puxado na área por Jonas. Pênalti que o mesmo Guilherme cobrou e colocou a Chape na frente do placar mais uma vez.

O Flamengo não jogou a toalha. Barbieri tirou Jean Lucas e colocou a jóia Vinícius Jr. E foi dele a jogada do empate aos 33. Trauco cruzou na medida da esquerda e Vinícius Jr entrou pelo meio para tocar de primeira para o fundo das redes.

A virada esteve perto aos 40, na cobrança de um escanteio. Vinícius Jr. levantou na área e Juan levou a melhor pelo alto e cabeceou, mas a bola foi por cima do gol.

Apesar da pressão, a Chapecoense conseguiu voltar a marcar aos 45. Leandro Pereira recebeu de Eduardo na área e conseguiu vencer César para decretar a primeira derrota do Flamengo no Brasileirão.

GAZETA PRESS

Leia mais notícias do Esporte

Veja outras notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anunciar no Portal: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.