Home / Destaque / Grêmio enfrenta o Pachuca do México na semifinal do Mundial de Clubes

Grêmio enfrenta o Pachuca do México na semifinal do Mundial de Clubes

Compartilhe:

O Grêmio conheceu o seu adversário nas semifinais do Mundial de Clubes durante a manhã deste sábado. Em jogo fraco disputado no Estádio Zayed Sports, em Abu Dhabi, o mexicano Pachuca precisou da prorrogação para vencer o Wydad Casablanca, do Marrocos, por 1 a 0, pelas quartas de final do torneio sediado nos Emirados Árabes Unidos.

+ Corinthians domina seleção do Brasileirão; veja os premiados

Com o resultado, os mexicanos se credenciaram para enfrentar o time treinado por Renato Gaúcho. O duelo entre o campeão da América do Norte e o ganhador da Copa Libertadores de 2017 será realizado na próxima terça-feira, a partir das 15 horas (de Brasília), no Estádio Hazza bin Zayed, na cidade de Al Ain.

Esta é a quarta participação do Pachuca em Mundiais de Clubes. Sua melhor campanha foi registrada em 2008, quando terminou em quarto lugar. O time do México, portanto, busca atingir a sua primeira final. Já o Grêmio, campeão do mundo em 1983 e vice em 1995, faz a sua terceira aparição no torneio.

O Jogo

 Os marroquinos começaram ligeiramente melhor, pressionando os mexicanos e os encurralando no campo de defesa. Aos poucos, porém, o Pachuca foi percebendo a fragilidade do time africano e passou a tomar conta das ações ofensivas da partida.

Aos 13 minutos, Guzmán puxou contra-ataque com lançamento preciso para Urretaviscaya, que avançou pela direita. Com três opções na área, o camisa 10, no entanto, errou o cruzamento e o Pachuca perdeu grande chance de abrir o placar.

Apesar de deter o domínio da posse de bola, a equipe mexicana teve muitas dificuldades para entrar na área adversária. Tanto que a primeira finalização do duelo só ocorreu aos 41 minutos, quando Guzmán isolou a bola após arriscar de longe.

A primeira grande chance de gol aconteceu aos 3 minutos da etapa complementar. O goleiro Laaroubi, do clube marroquino, saiu errado com os pés e viu a bola ficar com o meia japonês Honda, que dominou e bateu forte de fora da área, tirando tinta da trave esquerda.

A resposta do Casablanca foi dada aos 17 minutos, com El Haddad, que havia acabado de entrar em campo. Em jogada individual pela esquerda, o atacante driblou o marcador e cruzou de trivela. A bola pegou efeito, encobriu o baixinho goleiro Óscar Pérez e tocou no travessão antes de sair.

A partida ficou mais difícil para os marroquinos quando o volante Nakach foi expulso após entrada dura em Jorge Hernández, aos 23. Apesar da pressão, os mexicanos, não aproveitaram a vantagem numérica e se viram obrigados a disputar a prorrogação.

No tempo extra, o Pachuca, após quase sofrer um gol de contra-ataque, finalmente inaugurou o placar. Aos seis minutos do segundo tempo, Guzmán recebeu cruzamento na área e, livre de marcação, testou no canto direito, sem chances para o goleiro Laaroubi. Aliviados, os mexicanos só tiveram que administrar a vantagem para comemorar a classificação à semifinal do Mundial.

GAZETA ESPORTIVA

Leia mais notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anúncios ou informações: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.