Home / Policial / Homens são detidos com sacos de cimento e lista de eleitores na PB
Material foi apreendido pela polícia (Foto: Divulgação)

Homens são detidos com sacos de cimento e lista de eleitores na PB

Compartilhe:

Três pessoas foram detidas na noite deste sábado (6), na cidade de Mamanguape, no Litoral Norte paraibano, sob suspeita de terem praticado crime eleitoral. O beneficiário seria um deputado estadual, candidato à reeleição. Com os suspeitos, a polícia apreendeu sacos de cimento em um caminhão e uma lista com nomes de eleitores, supostos beneficiários com a distribuição.

Operação apreende aves e multa caçadores em mais de R$ 96 mil, em Belém do Brejo do Cruz-PB

Nessa quinta-feira (4), a Polícia Militar registrou uma apreensão de quase R$ 70 mil, sacos plásticos contendo cerca de 40 mil ‘santinhos’ e lista com nomes e contatos. O rapaz que portava todo o material foi abordado no município de Patos, no Sertão paraibano.

A promotora Carmem Perazzo disse ao Portal Correio que a polícia chegou ao suspeito após ter recebido uma denúncia. Ela disse que o homem foi detido em flagrante, e levado para a delegacia. Lá, ele revelou os nomes de mais duas pessoas responsáveis pelo material a ser doado. Os outros dois suspeitos também foram detidos.

MPE deverá apurar caso

O caso deverá ser apurado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) e se for constatada a compra de votos, poderá ser ajuizada uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) para cassar o eventual diploma do candidato supostamente beneficiado.

Até o fechamento desta matéria, os suspeitos estavam na delegacia onde serão ouvidos. Os suspeitos  deverão ser liberados após pagarem fiança.

PORTAL CORREIO

Leia mais notícias policiais

Veja outras notícias em catoleagora.com

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.