Home / Geral / Justiça exige que Google retire das buscas imagens de sertanejo morto

Justiça exige que Google retire das buscas imagens de sertanejo morto

Compartilhe:

A Justiça de Goiás manteve decisão que obriga o Google a retirar dos resultados de suas buscas imagens e vídeos da necrópsia do corpo do cantor Cristiano Araújo, morto em acidente de carro em 2015.

+ Fique de olho: Procon divulga lista de sites falsos; veja lista

+ Nova lei obriga hospitais alimentar acompanhantes de pacientes

A ação foi movida pelo pai do cantor, João Reis de Araújo, Em outubro de 2015. Naquele mesmo ano, a Justiça pediu a retirada das páginas apontadas por ele dos resultados de buscas.

O recurso do Google baseava-se no argumento de que a companhia não teria capacidade técnica de controlar todo o conteúdo postado a respeito do cantor por terceiros.

Na decisão, o juiz substituto Carlos Roberto Fávaro, relator da ação, levou em conta o fato de que a família do cantor informou quais eram os links e “hashs” (espécie de impressão digital dos vídeos) que deveriam ser removidos.

“Na ponderação de eventual prejuízo alegado pelos autores e propagadores daquelas imagens, prevaleceria a necessidade de proteção à imagem e moral da pessoa envolvida na informação compartilhada”, escreveu.

O descumprimento da determinação pode acarretar multa diária no valor de R$ 10.000.

O Google informou, via assessoria de imprensa, que não irá comentar o caso.

FACEBOOK

Também nesta semana, foi divulgada decisão do Tribunal de Justiça de Goiás derrubou uma liminar (decisão provisória) que obrigava o Facebook a tirar do ar vídeos da necropsia do cantor.

A decisão considerou que o monitoramento prévio de conteúdo postado em redes sociais equivale a censura, proibida pela Constituição brasileira.

A defesa da família do cantor afirmou, a respeito da decisão, que ela foi baseada em um erro técnico e seria possível ao Facebook monitorar a postagens dos vídeos sempre que ela se repetisse sem recorrer a censura prévia.

FOLHA PRESS

Veja outras notícias em www.catoleagora.com

Acompanhe também nossas notícias no Facebook.

Contato com o Catolé Agora: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Veja Também

Emepa e Emater implantam apiários no Ecoprodutivo em três municípios da Paraíba

Numa ação coordenada pelo técnico Leon Denis Batista do Carmo, da Emepa, em parceria com ...

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.