Home / Destaque / Mais de 6 mil policiais reforçarão segurança no período carnavalesco na Paraíba

Mais de 6 mil policiais reforçarão segurança no período carnavalesco na Paraíba

Compartilhe:

A Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social elaborou um plano especial para ser executado durante o projeto Folia de Rua, em João Pessoa, e Carnaval 2018 em todo o Estado. Mais de seis mil policiais civis, militares e bombeiros militares vão atuar durante as festas, garantindo a segurança dos foliões.

+ Polícia Militar garante segurança no 1º Encontro Regional de Aeromodelismo em Sousa

O maior número de efetivo será da Polícia Militar. Ao todo, 4.800 homens e mulheres estarão atuando em todo Estado até a manhã da quarta-feira de cinzas na Operação Carnaval. As estratégias de policiamento terão como foco ações de prevenção e repressão aos crimes e contravenções, nos locais de festa e adjacências, como a apreensão de armas e drogas, com a finalidade de combater crimes patrimoniais e os crimes contra vida.

Um efetivo de mais de 1700 policiais estará empenhado no período das prévias na região metropolitana e distribuído de acordo com o porte e abrangência de cada um dos mais de 140 eventos previstos. Para dar mais segurança aos foliões, a Polícia Militar também vai utilizar uma van de monitoramento no corredor da folia e ainda contará com o uso de drones durante os eventos. Para a abertura, que ocorre nesta sexta-feira (2), no Ponto de Cem Réis, centro da capital, mais de 250 policiais militares estarão empenhados nas diversas modalidades de policiamento. Doze pontos de observação policial (POPs) estarão distribuídos no local, o que dará maior visibilidade para que as equipes policiais possam identificar possíveis ocorrências na multidão.

Todos os tipos de policiamento serão empregados durante a operação, e os batalhões especializados, como Bope (Batalhão de Operações Especiais), Batalhão Ambiental, Regimento de Polícia Montada, Batalhão de Trânsito e ainda a Companhia Especializada em Atendimento ao Turista.

Já o Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba vai trabalhar com um efetivo de 383 militares e vai contar com 84 viaturas durante a Folia de Rua. Os bombeiros atuarão em todo o percurso dos blocos e na orla da Capital, realizando o trabalho preventivo, ações de atendimento pré-hospitalar, combate a incêndio e de busca e salvamento durante a passagem dos foliões. Para facilitar o acesso das pessoas aos serviços e dar mais agilidade aos atendimentos serão montados 35 postos na Via Folia e no Centro de João Pessoa, onde acontece a abertura da festa nesta sexta-feira (2). Neste dia, o efetivo será formado por 31 militares. Na Praça Vidal de Negreiros, serão montados dois Postos de Observação e um Posto de Atendimento, cinco viaturas vão estar no local, uma Auto Bomba Tanque (ABT) de combate a incêndio e quatro autorresgate (AR) serão preparados para atender as ocorrências que venham a ser registradas.

No sábado (3), quando sai o Bloco dos Atletas, o Corpo de Bombeiros contará com 71 militares na Avenida Epitácio Pessoa, local de concentração e desfile do bloco. Vão ser montados cinco postos, serão disponibilizadas 13 viaturas de autorresgate, autobomba tanque, autobusca de salvamento, motoresgate e jet-skis. Já no domingo (4), quando desce também a Avenida Epitácio Pessoa o Bloco As Virgens de Tambaú, vão trabalhar 88 bombeiros militares nos sete postos e ao longo do percurso. Serão utilizadas 20 viaturas de autorresgate, autobomba tanque, autobusca de salvamento, motoresgate e jet-skis. No Bloco Muriçoquinhas do Miramar, que sai na segunda feira (5), o efetivo do Corpo de Bombeiros será de 40 militares. Serão montados três postos e sete viaturas vão dar apoio ao trabalho de busca, salvamento e resgate.

O Bloco Muriçocas do Miramar, que desfila pela Via Folia na quarta feira de fogo (7), vai contar com o trabalho de 88 militares do Corpo de Bombeiros. Para este dia que concentra o maior público da Folia de Rua, serão montados cinco Postos e dois de Guarda Vidas. 20 viaturas estarão em locais estratégicos para fazer o atendimento de resgate e de combate a incêndio. As praias também serão monitoradas por lanchas e jet-skis. E na sexta-feira (8), na Praça Dom Adauto, no Centro de João Pessoa, dia do Bloco Cafuçu, o efetivo do Corpo de Bombeiro será formado por 31 militares que vão seguir entre os foliões e ficar em dois postos. Viaturas de autorresgate, autobomba tanque, autobusca de salvamento, motoresgate vão estar distribuídas ao longo do percurso.

A Polícia Civil vai trabalhar com um reforço de 100 homens, durante os dias de Folia de Rua na Capital e durante o período carnavalesco, em todo o Estado. O reforço será de 906 policiais civis, entre: delegados, agentes de investigação e escrivães. Todos atuarão em três áreas de superintendência e suas respectivas regiões: João Pessoa, Campina Grande e Patos.  Durante as prévias carnavalescas em João Pessoa, está garantido o funcionamento em regime de plantão da 10ª Delegacia Distrital, em Tambaú, e da 3ª Delegacia Distrital, na Av. Epitácio Pessoa, nos dias dos desfiles das Virgens de Tambaú e das Muriçocas do Miramar. Uma Delegacia Móvel também será instalada no ponto base da avenida, para registro de boletins de ocorrência e outros atendimentos.

Além dessas delegacias, o efetivo diário vai estar empregado no plantão da 12ª Delegacia Distrital, instalada no Distrito Integrado de Segurança Pública, em Manaíra, e a Delegacia de Atendimento ao Turista (Deatur), que funciona no Mercado de Tambaú. Outra opção é a Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel. As Delegacias Especializadas (Roubos e Furtos, Homicídios, Repressão a Entorpecentes, Atendimento à Mulher, Roubos e Furtos de Veículos, entre outras) funcionarão em regime de plantão em João Pessoa, normalmente.

ASSESSORIA/PMPB

Leia mais notícias policiais

Veja outras notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anúncios ou informações: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.