Home / Política / Mesmo sem apoio de RC, Damião insiste e diz que Lígia será a outra candidatura governista

Mesmo sem apoio de RC, Damião insiste e diz que Lígia será a outra candidatura governista

Compartilhe:

As vésperas das convenções que homologarão os candidatos a cargos eletivos nas eleições deste ano, a situação na Paraíba se apresenta apenas com uma úncia candidatura ao governo do Estado. O ex secretário João Azevedo, pré-candidato ao governo, está sendo apresentado como o homem que terá a missão de dar continuidade a gestão socialista.

+ Candidatos com mandato terão prioridade em verba do fundo eleitoral

Só que o presidente do PDT da Paraíba, deputado federal Damião Feliciano, defende que o Palácio da Redenção terá duas candidaturas. Mesmo não tendo o apoio do governador Ricardo Coutinho (PSB), Damião garante legitimidade da pré-candidatura ao governo da Paraíba de sua esposa, Lígia Feliciano, atual vice-governadora do Estado, como também da situação, além da pré-candidatura  de João Azevêdo.

Apesar das declarações de Damião, o governador Ricardo Coutinho vem tratando a pré-candidatura de sua vice como uma oposição, uma vez que o partido já tinha feito a escolha de um nome para seguir adiante com o projeto do PSB.

Para Damião, isso é apenas uma questão de definição e que os pedetistas têm a clareza que João Azevêdo é o candidato de Ricardo Coutinho.

“Quem é que pode discutir sobre isso? Não podemos questionar isso. É Lígia Feliciano a pré-candidata da continuidade do governo do Estado porque ela é a vice-governadora”, advertiu.

Indagado sobre a tendência do PDT a formar uma chapa puro-sangue já que alguns partidos estão compondo com o PSB, Damião alegou que ninguém conseguiu ainda formar uma chapa por inteiro, nem em nível nacional.

 “Se procurarmos os candidatos a presidente da República, a exemplo de Ciro Gomes e Bolsonaro, ninguém conseguiu fazer ainda suas coligações, e em nível estadual está a mesma coisa. Agora, nós vamos fazer sim, a diferença entre essas coligações dentro do prazo que se encerra no dia 5 de agosto. Até lá vamos discutir e o tempo é quem vai dizer. Já vi muitas coisas difíceis na minha vida que de repente se tornaram fáceis”, atestou.

PB AGORA

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.