Home / Destaque / Motoristas passam até 12 horas em fila para abastecer com gasolina a R$ 2,50

Motoristas passam até 12 horas em fila para abastecer com gasolina a R$ 2,50

Compartilhe:

Na madrugada deste sábado (19), a fila já era grande para abastecer com gasolina a R$ 2,50 em um posto próximo a Base Aérea de Campo Grande. O combustível com valor bem abaixo de mercado é uma forma encontrada para protestar contra a alta carga tributária no país. A ação batizada de Feirão do Imposto, foi promovida pela Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje).

Governo anuncia o valor do reajuste do Bolsa Família

“O importante é frisar que não é desconto ou promoção, é para conscientização do cidadão. Para que ele veja o quanto nós brasileiros pagos de tributo, é um absurdo”, disse Rodney Junior, cooordeanor estadual Feirão do Imposto.

Os primeiros motoristas chegaram no posto de combustíveis nesta sexta-feira (18), por volta das 20h (de MS). Eles passaram a madrugada inteira em uma fila que se estendeu pela avenida Duque de Caxias. Como a procura foi grande, senhas foram distruídas. Os organizadores calculam que 250 pessoas abasteceram com a gasolina a R$ 2,50.

No total, foram vendidos 5 mil litros de combustível com dedução de 45% dos impostos. O preço normal praticado no posto onde foi feita a ação é de R$ 4,19. Cada motorista ganhou o direito de colocar no máximo 20 litros.

O Feirão do Imposto ocorre neste sábado, simultaneamente em mais 100 cidades do país, entre elas: São Luís (MA), Maringá (PR), Goiânia (GO), e Florianópolis (SC) e Rio Branco (AC). Concesssionárias de veículos, fármacias, academias e pizzarias e outros segmentos comerciais também participam da ação.

G1 

 

Leia mais notícias de economia

Veja outras notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anunciar no Portal: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.