Home / Paraíba / Mulher é morta com bala perdida ao tentar salvar filho de tiroteio na PB

Mulher é morta com bala perdida ao tentar salvar filho de tiroteio na PB

Compartilhe:

Uma mulher de 30 anos morreu na noite dessa quinta-feira (15) vítima de bala perdida ao tentar livrar um filho de 12 anos no bairro Costa e Silva, em João Pessoa.

+ Acidente envolvendo moto e carro pipa mata idoso de 71 anos, em Conceição

De acordo com a Polícia Militar, Ana Glória de Sousa estava conversando com uma amiga em uma das ruas do bairro quando dois homens chegaram em um carro preto e mataram um rapaz de 40 anos. Ao presenciar os disparos, a mulher correu para salvar o filho, mas acabou atingida por um tiro nas costas e também morreu no local.

A irmã da vítima, Márcia Oliveira, desabafou. “Minha irmã era uma guerreira, lutou sempre para criar os filhos, era uma serva de Deus. A única certeza que conforta nosso coração é que ela está com Deus. O filho de 12 anos viu essa cena, ninguém aguenta mais. Uma cidadã de bem que lutava para criar os filhos, tem que ter justiça”, disse.

MAIS PB

*Com TV Cabo Branco 

Leia mais notícias da Paraíba

Veja outras notícias em catoleagora.com

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.