Home / Esporte / Palmeiras abre 2 a 0, mas cede empate para o Ceará e perde embalo
Foto: Jarbas Oliveira/Estadão Conteúdo

Palmeiras abre 2 a 0, mas cede empate para o Ceará e perde embalo

Compartilhe:

O Palmeiras desperdiçou uma grande chance de assumir a vice-liderança do Campeonato Brasileiro durante a tarde deste domingo. Empurrado por sua torcida, que compareceu em peso na Arena Castelão, a equipe alviverde abriu 2 a 0 diante do Ceará no primeiro tempo, com gols de Thiago Santos e Dudu, mas cometeu erros defensivos e cedeu o empate por 2 a 2 na etapa final, em duelo válido pela 11ª rodada do torneio nacional.

+ São Paulo põe fim a tabu e vence o Atlético/PR em Curitiba

O time dirigido por Roger Machado, que poderia ter celebrado o terceiro triunfo consecutivo, caiu para o quinto lugar, com 18 pontos ganhos. Já o Ceará, embora tenha saído de campo com a sensação de ter vencido, permanece na 20ª  e última colocação, com míseros cinco pontos e nenhuma vitória.

No último compromisso antes da pausa para a Copa do Mundo, o Verdão receberá o líder Flamengo, na próxima quarta-feira, às 21 horas (de Brasília), no Allianz Parque. O time nordestino, por sua vez, visitará o Atlético-MG, em Belo Horizonte, no mesmo dia, mas às 21h45.

O Jogo

Apesar da condição de visitante, o Palmeiras começou em cima do Ceará e abriu o placar logo aos cinco minutos do primeiro tempo. Após Dudu cobrar escanteio pela esquerda, Thiago Santos subiu mais alto do que a zaga e testou firma no canto direito, sem chances para o goleiro Éverson.

O Verdão recuou e passou a apostar no erro do adversário. E deu certo. Aproveitando cochilo de Luiz Otávio, Lucas Lima roubou a bola e acionou Hyoran, que tocou para Willian e recebeu de volta na linha de fundo pela esquerda. Ele cruzou para trás, e Dudu só precisou empurrar para o fundo do gol.

Os visitantes, porém, tiveram pouco tempo para comemorar. Explorando o lado esquerdo da defesa alviverde, o Ceará diminuiu a desvantagem aos 25 minutos, quando Samuel Xavier cruzou por aquele lado e viu Felipe Azevedo, sozinho, cabecear para a rede. Ainda antes do intervalo, Pio arriscou de longe e assustou Jailson.

O jogo ficou ainda mais aberto na etapa complementar, com ambas as equipes buscando o ataque. Tanto que Edu Dracena apareceu na área rival e quase ampliou a vantagem alviverde. Aos 15 minutos, como um centroavante, o zagueiro dominou lançamento no peito e, sem ângulo, chutou forte. A bola tocou o travessão e saiu pela linha de fundo.

Acusando cansaço, Dudu foi substituído pelo jovem atacante Artur, que fez sua estreia com a camisa do Palmeiras. Roger também sacou o apagado Lucas Lima para a entrada de Moisés. Aos 32 minutos, livre de marcação na entrada da pequena área, Hyoran desperdiçou chance incrível ao mandar por cima após passe preciso de Willian.

Nos minutos finais, o técnico palmeirense ainda colocou Mayke na vaga de Hyoran para fortalecer o sistema defensivo. Mas a troca não funcionou. Aos 42, a zaga do Verdão falhou e viu Elton receber sozinho na área e tocar na saída de Jailson para decretar o empate no Castelão.

GAZETA ESPORTIVA

 

Leia mais notícias do Esporte

Veja outras notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anunciar no Portal: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.