Home / Destaque / Palmeiras é atropelado pelo Atlético-PR, mas termina em 2º

Palmeiras é atropelado pelo Atlético-PR, mas termina em 2º

Compartilhe:

O Palmeiras foi atropelado na última rodada do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, na Arena da Baixada, o Verdão entrou em campo buscando confirmar a segunda colocação, foi derrotado por 3 a 0, tendo sofrido os tentos de Ribamar, Éderson e Sidcley ainda na primeira etapa, mas conseguiu manter a vice-liderança. O Furacão, apesar da vitória, não conseguiu chegar ao G9 e vai disputar a Sul-Americana em 2018.

+ Grêmio vence na Argentina e é tricampeão da Libertadores da América

Na primeira partida após renovar seu contrato com o Verdão, Fernando Prass sofreu com a fragilidade defensiva da equipe de Alberto Valentim, e, logo aos cinco minutos, ficou de frente com Ribamar. Em contra-ataque de um escanteio, o atleticano avançou desde o meio-campo e, na saída do goleiro, tocou por cima do camisa 1 para abrir o placar.

Como um replay da partida contra o Avaí, na Ressacada, o Palmeiras tentou o abafa no campo ofensivo, mas um erro individual comprometeu a linha alta palmeirense e proporcionou o segundo gol dos mandantes.  Ribamar foi lançado, Yerry Mina errou um corte simples e Luan derrubou o atacante, que ficou de frente com Prass. A arbitragem marcou pênalti e, na cobrança, Éderson ampliou.

Em uma sequência de repetições de erros, a derrota deste domingo teve gols sofridos em sequência pelo Palmeiras. Contra Corinthians, Avaí e Vitória, a situação se repetiu. Prova da apatia alviverde em campo está no fato de que a primeira chance real de gol dos visitantes aconteceu apenas aos 30 minutos, quando Santos – Weverton foi cortado e deve assinar com o Palestra – impediu gol de Dudu. Aos 33, porém, o Atlético-PR matou o jogo.

Luan errou passe para Michel Bastos na esquerda, foi lento para o bote e permitiu que Éderson avançasse livre com a defesa palmeirense desarrumada. O atacante cruzou rasteiro, Sidcley antecipou Mina e só colocou para as redes, sem chances para Fernando Prass.

A fala do capitão Dudu no intervalo pode explicar o sentimento alviverde na primeira etapa. “A equipe deu um branco, não jogamos bem. Tentar diminuir o placar na segunda etapa. Não sei explicar. Nosso time entrou muito desligado”. Infelizmente para o torcedor alviverde, porém, a situação não mudou no segundo tempo.

O Palmeiras voltou do intervalo com Deyverson no lugar de Fabiano e Tchê Tchê na lateral direita. Guerra e Hyoran vieram depois nas vagas de Moisés e Willian, respectivamente. Após os primeiros dez minutos, em que o Furacão chegou a pressionar, a postura retraída dos mandantes fez o Verdão atuar o tempo todo no campo ofensivo, mas sem criar nenhuma chance de gol.

Apesar da lavada em campo, o Palmeiras conseguiu manter a segunda colocação do Campeonato Brasileiro, o que garantiu R$ 11,3 milhões como premiação da CBF. Grêmio ou Santos poderiam fazer o Verdão cair para o quarto lugar em caso de vitória, mas o Peixe apenas empatou e o Tricolor foi derrotado pelo Grêmio.

A partida deste domingo ainda marcou a última de Alberto Valentim em sua quinta passagem como uma resposta.técnico interino do palmeiras. O treinador somou seis vitórias, dois empates e quatro derrotas, e foi convidado para permanecer como auxiliar na comissão técnica de Roger Machado em 2018, mas ainda não deu uma resposta.

Atlético/GO x Fluminense

Em uma partida que pouco valia para ambas as equipes, o Fluminense, fora de casa, empatou com a equipe do Atlético Goianiense pelo placar de 1 a 1, pela última rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. A partida foi disputada na tarde deste domingo, no Estádio Olímpico, em Goiânia.

Os gols do confronto ficaram por conta de Wendel, para os visitantes, e Diego Rosa, em favor dos donos da casa.

Os comandados de Abel Braga, que precisavam de apenas um empate para garantir uma vaga na Copa Sul-Americana do ano que vem, conseguiram cumprir com sucesso o objetivo. Entretanto, outra meta traçada para a partida de despedida da temporada não foi alcançada: Henrique Dourado, que precisava de um gol para tornar-se artilheiro isolado da competição, não conseguiu chegar ao tento.

Pelo lado do Atlético-GO, o confronto serviu apenas de despedida da Série A. A equipe de João Paulo Sanches já tinha amargado o posto de lanterna da tabela, tendo como única meta na competição o encerramento da mesma de maneira digna.

Veja como ficou a tabela

GAZETA ESPORTIVA

Leia mais notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anúncios ou informações: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Veja Também

Ex-presidiário é morto a tiros na noite desta segunda-feira em Caicó

De acordo com as primeiras informações que chegam a reportagem do Blog Jair Sampaio, no início ...

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.