Home / Brasil / Paraibano que trabalhava como vigia de rua é morto a tiros em Santa Catarina

Paraibano que trabalhava como vigia de rua é morto a tiros em Santa Catarina

Compartilhe:

Na madrugada desta quinta-feira, 10 de maio de 2018, por volta das 04h:30min, policiais militares do 14º BPM de Foz do Iguaçu no RS e socorristas do Siate (Sistema Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência) do Corpo de Bombeiros foram acionados para deslocarem até a Rua Papagaio, cruzamento com a Rua Castelão, no Bairro Portal da Foz, para darem atendimento a varias vítimas de disparos de arma de fogo.

+PF faz operação contra crimes na internet

No local, socorristas do Siate de depararam com 4 (quatro) vítimas, sendo que uma já se encontrava em óbito e 3 (três) encontrava-se gravemente ferido todos com disparos de arma de fogo na cabeça, com exposição de massa encefálica.

De imediato acionaram apoio médico e mais uma ambulância, sendo as vítimas encaminhadas em estados gravíssimos ao Pronto Socorro do Hospital Municipal. As três vitimas socorridas foram identificadas como sendo Weslei de Moraes de Lima, de 16 anos de idade, Daniel Silva Dargas, de 16 anos de idade e outro possivelmente menor identificado pelo primeiro nome como sendo “Vinicius”.

Já a vítima em óbito, a PM realizou o isolamento até a chegada da Policia Civil (Delegacia de Homicídios), Policia Cientifica (Criminalística) e o Instituto Médico Legal. Com a chegada da perita criminal, foram apreendidos 2 (dois) estojos deflagrados de pistola .380mm.

No local foi apurado que a vítima em óbito no local foi identificada como sendo João e era vigia da rua, e quando fazia a ronda no bairro foi morto um tiro na cabeça, ficando caído ao lado da moto Honda / CG Titan, de cor vermelha, de placa MEZ-4749 de Chapecó/SC, que usava para fazer a ronda.

A vitima, João Veríssimo Neto, de 38 anos de idade, era natural da Cidade do Lastro na região da grande Sousa no sertão Paraibano.

FOLHA DO VALE

*Fotos: Enrique Alliana

Leia mais notícias do Brasil

Veja outras notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anunciar no Portal: WhatsApp (83) 9.9676-1272

 

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.