Home / Destaque / Polícia Ambiental apreende “som” e multa infrator em 8 mil reais por poluição sonora em São Bento
Ilustrativa

Polícia Ambiental apreende “som” e multa infrator em 8 mil reais por poluição sonora em São Bento

Compartilhe:

Policiais militares pertencentes a 3ª Companhia de Polícia Ambiental, em cumprimento ao memorando na cidade de São Bento-PB, em apoio à operação denominada “Cidade Segura” deparou-se neste sábado (01 de dezembro), por volta das 19hs, com crime ambiental, a saber, poluição sonorada.

+ Polícia apreende quase 100 pedras de crack na cidade de Sousa

Na ocasião foi constatado o flagrante sendo o infrator de nome Janeildo Elias Alves, conduzido até a Delegacia de Polícia Civil de Catolé do Rocha, onde fora lavrado o auto de infração no valor de R$ 8.000,00.

O fato aconteceu na Rua Pedro de Alcântara, centro, mais conhecido como “praça dos redeiros”, que mesmo os polícias advertindo anteriormente sobre a proibição da utilização do “som” fora dos parâmetros legais, o acusado que se mostrava visivelmente embriagado, não acatou, restando a prisão em flagrante por parte dos policiais militares.

ASSESSORIA DE IMPRENSA/12º BPM

Leia mais notícias policiais

Veja outras notícias em catoleagora.com

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.