Home / Policial / PRF prende mulher com arma de fogo, joias e dinheiro roubados na BR-101

PRF prende mulher com arma de fogo, joias e dinheiro roubados na BR-101

Compartilhe:

Uma empregada doméstica, acusada de roubar ao menos R$ 600 mil em joias da casa de um representante comercial capixaba, foi presa pela polícia paraibana, na noite desta quinta-feira (11). A prisão aconteceu no município de Mamanguape, zona da mata do estado. O crime foi cometido em novembro de 2017, na cidade de Vila Velha, no Espírito Santo.

Polícia prende suspeito de homicídio em Cruz do Espírito Santo

De acordo com informações da Polícia Militar, ela foi detida com aproximadamente R$ 60 mil, em espécie, e uma pistola calibre 380. Ao averiguar a ficha de Raquel Viana dos Santos, agentes encontraram um mandado de prisão contra ela, expedido pelo Tribunal de Justiça do Espírito Santo.
A suspeita estaria passando uma temporada na Paraíba juntamente com um grupo de amigos. Ela teria visitado alguns municípios do estado, incluindo a cidade litorânea de Baía da Traição.

A polícia chegou até o grupo a partir de uma chamada dos funcionários de um Motel. Eles alegaram que clientes não queriam pagar pela estadia. Ao chegar no local, a polícia avistou o carro do grupo se dirigindo à rodovia, sentido João Pessoa. O agente então resolveram realizar a abordagem que, a princípio, não levantou nenhuma suspeita. Mesmo assim, eles foram conduzidos ao posto da PRF, onde o material foi encontrado em poder da mulher.

De acordo com informações preliminares, a suspeita teria afirmado que, com o produto do roubo, comprou imóveis, gastou em viagens, compras e diversão. Ela foi encaminhada pra DPC de Mamanguape.

Em novembro de 2017, a família de um empresário de Vila Velha, no Espírito Santo, foi vítima de um furto milionário. Em meados de julho de 2017, a família contratou a suspeita para trabalhar na casa como doméstica.

Segundo o representante comercial, ele e a esposa saíram de casa enquanto a mulher fazia a limpeza da residência. Por volta das 15h30, quando voltaram, perceberam que o dinheiro e as joias haviam sumido.

AGUINALDO MOTA

Leia mais notícias policiais

Veja outras notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anúncios ou informações: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.