Home / Saúde / Tempo seco aumenta riscos de bronquiolite; veja como prevenir

Tempo seco aumenta riscos de bronquiolite; veja como prevenir

Compartilhe:

Com o tempo seco deste final de inverno, é comum o aparecimento de doenças respiratórias, ainda mais em crianças e recém-nascidos. Uma preocupação é a bronquiolite, infecção nos pulmões frequentemente causada pelo vírus sincicial. “A doença gera um inchaço e acúmulo de muco nos bronquíolos, minúsculas vias respiratórias no interior dos pulmões, ocasionando um estreitamento das vias respiratórias, o que torna a respiração mais difícil”, explica a pediatra do Hospital e Maternidade São Cristóvão, Dra. Claudia Fenile.

+ Veja frutas pouco conhecidas que têm alto poder anti-inflamatório e antioxidante

De acordo com ela, os primeiros sintomas da bronquiolite são coriza,tosse e não necessariamente febre. A criança com a doença também pode apresentar respiração rápida e superficial, retrações em diafragma e no pescoço, alargamento de narinas, aumento de irritabilidade,cansaço, perda de sono e de apetite. “Apesar de os sintomas serem parecidos com o de um resfriado, os vírus causadores são diferentes, além de o resfriado ser uma infecção das vias respiratórias superiores”, esclarece Dra. Claudia.

Como a bronquiolite é uma doença contagiosa, a especialista alerta que a forma mais eficaz de reduzir a transmissão é lavando as mãos. Outras dicas são evitar contato com pessoas infectadas, sobretudo se tiver criança com menos de três meses de idade, e higienizar os brinquedos que são partilhados e levados à boca.

Para tratar, é importante não deixar a criança exposta em ambientes frios e, ao deitá-la, manter sempre a cabeça mais elevada. “A bronquiolite dura o ciclo do vírus que pode durar dias ou até semanas e, durante esse período, a pessoa infectada deve fazer tratamentos que a ajudem a respirar, como oxigenioterapia e fisioterapia respiratória, além de alguns medicamentos que diminuem o inchaço dos brônquios e hidratação”, indica a pediatra.

Normalmente, a doença atinge crianças com até dois anos de idade, sendo que os prematuros são os que têm maiores chances de contrair o vírus. “Bronquiolite, se não tratada, gera risco de vida, pois pode evoluir para uma insuficiência respiratória ou, devido à queda de imunidade, pode abrir caminho a infecções secundárias,causadas por bactérias, como uma pneumonia”, finaliza.

NOTÍCIAS AO MINUTO

© Leia mais notícias em www.catoleagora.com, ou siga a página Catolé Agora no Facebook.

Para informações ou anúncios, entre em contato com o Portal Catolé Agora pelo WhatsApp: (83) 9.9676-1272

Veja Também

Homem é executado a tiros em Centro de Cidade na Paraíba

Na tarde desta sexta-feira (20), um crime de homicídio foi registrado no Centro da Cidade ...

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.