Home / Catolé do Rocha / UEPB promove 2º Encontro de Sanfoneiros em Catolé do Rocha e mais 7 cidades

UEPB promove 2º Encontro de Sanfoneiros em Catolé do Rocha e mais 7 cidades

Compartilhe:

A nossa Universidade/Tem sido por excelência/Um bastião da cultura/Reduto da inteligência/Por muitos reconhecida/Como um berço da ciência”. Os versos do poeta Manoel Monteiro falam por si só a respeito da significativa colaboração da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) no que se refere a valorizar o patrimônio artístico do povo nordestino. Enlaçado a esta missão surgiu em 2017 o Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos, realizado com êxito pela Pró-Reitoria de Cultura (Procult), e que ganha nova edição este ano, ocorrendo de abril a junho.

+ Eduarda Brasil é recepcionada com carreata no sertão

Mais uma vez, o Encontro acontecerá em comunhão com todos os campus da Universidade, tendo como objetivo principal louvar os sanfoneiros da Paraíba, enaltecendo os artistas já conhecidos em suas comunidades e dando espaço, igualmente, para os novos talentos, na intenção de preservar e propagar a genuína cultura popular. Além disso, por meio de uma parceria firmada entre a Procult e a Coordenadoria de Comunicação (Codecom) da Instituição, todas as etapas do evento este ano serão filmadas e transmitidas ao vivo pela TV UEPB.

Conforme a agenda da iniciativa, os eventos serão efetivados em Araruna (26/04), Patos (04/05), Monteiro (11/05), Guarabira (18/05), Lagoa Seca (25/05), Catolé do Rocha (30/05), João Pessoa (06/06), e Campina Grande (15 e 21/06). Algumas datas, todavia, poderão sofrer modificações para se adequarem melhor ao calendário.

Na programação constam oficinas instrumentais e palestras sobre a tradição e o uso do fole de oito baixos e da sanfona, envolvendo renomados professores do Centro Artístico Cultural (CAC) da UEPB – Luizinho Calixto, Edglei Miguel, João Batista, Erivelton da Cunha e Erivan Ferreira – além de Sandrinho Dupan, um dos curadores da área de música do Museu de Arte Popular da Paraíba (MAPP). Artistas convidados também integrarão a iniciativa, a exemplo do que foi proposto ano passado. Abertura com emboladores, violeiros e repentistas, café da manhã, aula espetáculo, almoço, apresentação dos sanfoneiros e tocadores de fole em praça pública, compondo a Mostra dos Sanfoneiros, bem como diplomação, são algumas das fases comuns às oito etapas do evento.

A culminância do 2º Encontro de Sanfoneiros e Tocadores de Fole de Oito Baixos se dará em junho, em Campina Grande. Assim, o evento engrossará o cenário do Maior São João do Mundo, inclusive com a colocação de um stand no Parque do Povo. A ideia é que o Encontro seja um marco da cultura popular nordestina, dentro da mais expressiva festividade da Rainha da Borborema, ressaltando, sobretudo, o ofício daqueles que simbolizam a resistência da música de raiz.

Entre as homenagens previstas para a edição 2018, figuram Zé Calixto e toda a família dos Calixto, além dos sanfoneiros Geraldo Correia, Manoel Tambor e Cabral. Também haverão homenagens póstumas a Severino Medeiros, Bau de Patos, Chico Sanfoneiro, Biu Alambique e ao embolador Lua Nova.

O Encontro almeja, ainda, difundir e aliar a música da sanfona e do fole de oito baixos aos eventos culturais em toda região da Paraíba, destacando-as como das mais importantes atividades culturais do Brasil; aliançar com maior profundidade, ao cotidiano da música nordestina e brasileira, o projeto de cultura popular da UEPB; agregar os estudantes e a comunidade local e regional nos eventos promovidos pela Universidade e demais setores da sociedade; envolver monitores e setores das bibliotecas nas diversas áreas do conhecimento; divulgar os talentos da sanfona em todo Nordeste e nas demais regiões do Brasil.

ASSESSORIA

 

Leia mais notícias de educação e cultural

Veja outras notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anunciar no Portal: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.