Home / Sem categoria / Vasco vence no Chile, fica em 3º no grupo e garante vaga na Copa Sul-Americana
Foto: Claudio Reyes/AFP

Vasco vence no Chile, fica em 3º no grupo e garante vaga na Copa Sul-Americana

Compartilhe:

O Vasco derrotou a Universidad de Chile por 2 a 0 , em partida disputada na noite desta terça-feira, em Santiago, e garantiu uma vaga na Copa Sul-Americana. Foi a primeira vitória da equipe cruz-maltina na fase de grupos da Libertadores e o resultado colocou o time de São Januário no terceiro lugar do Grupo 5 com cinco pontos ganhos, mesma pontuação do adversário, mas o Vasco levou vantagem sobre o conjunto chileno no saldo de gols. Bruno Silva, no primeiro tempo, e Yago Pikachu, na segunda etapa, anotaram os gols.

+ Com reservas, Corinthians empata com Sport e perde chance de liderar

O Vasco soube jogar com inteligência para conquistar a vaga. Depois de sair na frente do marcador, o time comandado por Zé Ricardo soube suportar uma forte pressão do adversário e depois liquidar o jogo no segundo tempo, sem dar chances de reação ao adversário. A Universidad teve mais posse de bola, mas não teve objetividade para chegar ao gol defendido por Martín Silva.

O jogo
Embora o Vasco necessitasse da vitória, foi a Universidad de Chile que assumiu o controle das ações nos primeiros minutos. Aos oito minutos, Soteldo investiu pela esquerda e rolou para Beausejour que cruzou para Pinilla, mas o atacante chileno não consegue a cabeçada. Um minuto depois, Soteldo repetiu a jogada e tentou achar Pinilla, mas a zaga cruz-maltina aliviou o perigo.

Depois de suportar a pressão inicial, o Vasco equilibrou a partida e, aos 14 minutos, marcou o primeiro gol. Andrés Rios recebeu na área e bateu forte. O goleiro De Paulo deu rebote e o volante Bruno Silva apareceu para empurrar a bola para o gol, colocando a equipe carioca na frente.

Dois minutos depois, Caio Monteiro experimentou de longe e De Paulo fez boa defesa.

O time chileno demorou a assimilar o golpe e só aos 18 minutos é que chegou na área adversária com a conclusão de Pinilla, mas Martín Silva defendeu sem qualquer dificuldade.

Três minutos, Rafael Vaz apanhou uma sobra na intermediária e mandou a bomba, mas Martín Silva espalmou para escanteio. Em desvantagem, a equipe da casa passou a pressionar o Vasco em busca do gol de empate.

Comandada pelo meia Soteldo, responsável pelas melhores jogadas, a Universidad pressionava em busca do empate, enquanto o Vasco se defendia bem e procurava espaços para contra-atacar.

Aos 33 minutos, Soteldo fez outra boa jogada pela esquerda e cruzou para Guerra que finalizou, mas a zaga salvou.
O Vasco só voltou a aparecer na área chilena aos 36 minutos com uma bomba de Wágner que assustou o goleiro De Paul, mas a bola saiu, levando perigo.

Um minuto depois, Martín Silva evitou o gol do empate ao bloquear chute de Pinilla, na pequena área, depois de bom lançamento de Soteldo.

Os dois times voltaram sem mudanças para o segundo tempo e a Universidad retornou com o mesmo ímpeto ofensivo, enquanto o Vasco encontrava dificuldades para construir jogadas ofensivas.

Aos dois minutos, Soteldo mandou a bomba que encobriu o travessão defendido por Martín Silva. O Vasco respondeu aos sete minutos, Wágner recebeu de Rafael Galhardo e mandou a bomba que passou muito perto da trave esquerda do time da casa. Dois minutos depois, Soteldo passou para Guerra que chutou forte, mas Martín Silva espalmou para escanteio.

O jogo ficou mais equilibrado e o Vasco quase ampliou aos 22 minutos em lançamento de Andrés Rios para Riascos, mas o atacante colombiano não alcançou a bola.

Aos 26 minutos, Wágner cobrou escanteio fechado, Riascos desviou de cabeça e Guerra, em cima da linha, evitou o segundo gol.

Para tornar o time mais ofensivo, Zé Ricardo trocou o volante Bruno Silva pelo atacante Kelvin. Aos 30 minutos, Rafael Vaz falhou e a bola sobrou para Andrés Rios que tentou o chute, mas foi bloqueado pela zaga.
A resposta chilena foi dada por Soteldo que bateu cruzado e levou grande perigo para o gol defendido por Martín Silva.

Aos 36 minutos, o Vasco marcou o segundo gol. Martín Silva lançou a bola, o zagueiro Jara errou ao tentar o corte e Yago Pikachu , de cabeça, encobriu o goleiro De Paul.

Depois de conseguir a vantagem, o técnico Zé Ricardo decidiu fechar sua equipe e colocou o zagueiro Erazo no lugar do atacante Andrés Rios.

Aos 43 minutos, Wágner desarmou um adversário e tocou para a entrada de Riascos que invadiu a área, se livrou do goleiro, mas tocou para fora, desperdiçando uma grande chance para liquidar a fatura.

Nos minutos finais, a Universidade partiu, de forma desesperada, para buscar o gol, mas o Vasco soube se defender e garantir o importante resultado.

GAZETA PRESS

 

Leia mais notícias do Esporte

Veja outras notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anunciar no Portal: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.