Home / Destaque / Veja grandes craques que estarão fora da Copa do Mundo da Russia

Veja grandes craques que estarão fora da Copa do Mundo da Russia

Compartilhe:

clima para a Copa da Rússia já é de contagem regressiva. No entanto, os fãs do futebol terão que se conformar com a ausência de grandes astros, que ainda brilham na atualidade, mas que não conseguiram classificar suas respectivas seleções para o Mundial.

+ Daniel Alves chega a 37 títulos na carreira e iguala Pelé como maior campeão da história

Pensando nisso, relembramos os craques que estarão de fora do campeonato mais esperado do esporte.

Veja:

Arjen Robben (Holanda) – Esse vai fazer falta! Um dos maiores astros do futebol holandês, o craque de 34 anos tem três Copas no currículo e um vice-campeonato, em 2010. No Mundial do Brasil, a Holanda ficou em terceiro lugar. No entanto, o jogador do Bayern de Munique não conseguiu evitar o vexame da desclassificação da Laranja Mecânica nas Eliminatórias. O trauma foi tão grande que Robben anunciou aposentadoria da seleção, informou o Telegraph.

Alexis Sánchez (Chile)  O Chile, bicampeão da Copa América, viu o seu sonho de participar do Mundial da Rússia se evaporar em noite dramática, que resultou em derrota de 3 a 0 nas Eliminatórias para o Brasil, noticiou o Daily Mail. Aquisição do Manchester United desde o início de 2018, o astro chileno terá que se contentar em atuar apenas para o clube inglês.

Arturo Vidal (Chile)  Esse é outro grande craque chileno, que já defendeu o país em dois mundiais, e estará de fora da competição. Uma pena! O craque é desde 2015 um dos astros do Bayern de Munique e, segundo o The Sun, vem sendo cortejado pelo Manchester United.

Jorge Valdivia (Chile)  Presença recorrente na seleção e em várias competições importantes, o meio-campo também levará falta nesse mundial. O jogador do Colo-Colo ficou arrasado com a eliminação do Chile nas Eliminatórias. Em post no Instagram, Valdivia disse que o momento era de dor, impotência e tristeza.

Gareth Bale (País de Gales)  A ausência do astro galês de 28 anos, que havia sofrido uma lesão em jogo do Real Madrid e ficou de fora dos últimos dois jogos da seleção nas Eliminatórias, segundo o Independent, foi sentida. O País de Gales acabou sendo derrotado pela Irlanda e perdeu vaga para o Mundial, noticiou o The Guardian. O astro do Real Madrid segue sem nunca ter participado de uma Copa.

Aaron Ramsey (País de Gales)  O compatriota de Gareth Bale também verá de longe a Copa do Mundo. O craque é um dos reforços do Arsenal.

Gianluigi Buffon (Itália)  O mundo ficou estupefato quando a Itália, uma das seleções mais tradicionais do futebol, não conseguiu se classificar para a disputa da Rússia. Buffon perdeu a chance de ser escalado pela sexta vez em uma Copa.  O experiente goleiro da Itália, de 40 anos, não digeriu bem esse revés e anunciou sua aposentadoria da seleção, noticiou o Independent, mas segue firme na Juventus.

Giorgio Chiellini (Itália)  Chiellini é outro jogador de alto nível, que deixou a seleção após o fiasco da Itália nas Eliminatórias, conforme o Sports Ilustrated. O craque, lembrado por ter sua orelha mordida pelo uruguaio Luiz Suárez na Copa de 2014, atua como zagueiro ou lateral-esquerdo da Juventus.

Leonardo Bonucci (Itália)  O zagueiro esteve presente no vexame da Itália nas Eliminatórias, mas continua na seleção. O jogador já brilhou na Juventus e tem agradado agora no Milan.

David Alaba (Áustria)  A seleção austríaca não vai para uma Copa do Mundo desde 1998. Mesmo em boa fase no Bayern de Munique, o atleta não conseguiu, nas Eliminatórias, tirar a Áustria desse jejum sem participar de mundiais.

Christian Pulisic (EUA) – O grande alento do meia americano é que ele ainda terá muitas Copas pela frente. O craque tem apenas 19 anos e um futuro promissor. O jovem é um dos talentos do Borussia Dortmund.

Edin Dzeko (Bósnia e Herzegovina)  A Bósnia e Herzegovina disputou uma Copa do Mundo pela primeira vez em sua história em 2014. O craque Edin Dzeko marcou presença no Mundial do Brasil. No entanto, sua seleção não conseguiu repetir o feito. O artilheiro do Roma terá que acompanhar a Copa de casa.

Miralem Pjanic (Bósnia e Herzegovina)  Companheiro de seleção de Dzeko, o craque também amarga ausência no torneio, que começa no dia 14 de junho. O jogador é um dos expoentes da Juventus.

Jan Oblak (Eslovênia)  O goleiro também não irá para a Rússia defender o seu país. O atleta terá que se consolar apenas defendendo a camisa do Atlético de Madrid.

Pierre-Emerick Aubameyang (Gabão)  O jogador atuou nas Eliminatórias da África pelo Gabão, mas sua seleção não se classificou para o Mundial.  O astro já foi destaque no Borussia Dortmund e atualmente defende o Arsenal.

Henrikh Mkhitaryan (Armênia)  É mais um jogador que poderia fazer boas apresentações na Copa do Mundo, mas sua seleção ficou distante de uma classificação. O armeno brilha atualmente no Arsenal.

Serge Aurier (Costa do Marfim)  Infelizmente, também não veremos o atleta  que participou de sua primeira Copa em 2014, representando o país, em campo na Rússia. O jogador tem se destacado no Tottenham.

NOTÍCIAS AO MINUTO

 

Leia mais notícias do Esporte

Veja outras notícias em catoleagora.com

Siga a página Catolé Agora no Facebook

Para anunciar no Portal: WhatsApp (83) 9.9676-1272

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.