Acusado de matar a esposa no sertão da Paraíba é preso pela Polícia Civil em SP

A Polícia Civil de Cajazeiras através do GTE,  juntamente com a Polícia Civil do estado de São Paulo num trabalho de troca de informações, prendeu o elemento Hélio José de Almeida Feitosa, acusado de matar a sua companheira por meio de espancamento Pâmela do Nascimento Bessa de 28 anos, crime cometido na cidade Poço de José de Moura, fato que gerou grande repercussão em toda região.

VEJA TAMBÉM:

O crime contra Pâmela do Nascimento aconteceu em Poço José de Moura no último dia 7 Setembro, quando a jovem foi socorrida ao Hospital de São João do Rio do Peixe com dores de cabeça e vômito, mas não resistiu e veio a falecer, ela estava grávida.

No dia em que ocorreu o fato, o companheiro da vítima foi levado até a delegacia. Ele foi liberado após depoimento e negou que houve espancamento. O delegado Glauber Fontes disse que, naquela ocasião, que nenhuma hipótese poderia ser descartada, mas não havia sinais aparentes de que a vítima tinha sido espancada, razão pela qual não o suspeito não foi preso em flagrante.

“Ele afirmou em seu depoimento que ela vinha sentindo dores de cabeça e já tinha ido duas vezes ao médico naquele dia”. 

Tivemos que aguardar a perícia para saber o que realmente havia acontecido. De posse do laudo pericial, ficou comprovado que havia hematomas pelo corpo da vítima, caracterizando o espancamento. Representamos pela prisão preventiva do suspeito e, de imediato, fomos atendidos pelo Poder Judiciário”, disse o delegado.

Desde então Hélio José de Almeida Feitosa era um foragido da Justiça.

A prisão foi efetuada em Mauá SP. 

BLOG DO ÂNGELO LIMA