Alemanha e Bélgica fazem confisco recorde de cocaína na Europa

Cerca de 23 toneladas de cocaína foram encontradas em contêineres nos portos de Hamburgo e Amberes, anunciou nesta quarta-feira (24) o serviço de alfândega alemão, referindo-se ao maior confisco da história na Europa.

Cerca de 16 toneladas foram apreendidas em Hamburgo (norte da Alemanha) em cinco contenêineres procedentes do Paraguai, informou a alfândega, acrescentando que esta operação permitiu encontrar também outras sete toneladas armazenadas em Amberes (norte da Bélgica).

A quantidade total desses materiais apreendidos chegaria a “vários bilhões de euros”, segundo a alfândega.

Um homem de 28 anos foi detido na Holanda, suspeito de ser o responsável da importação das 23 toneladas de cocaína, segundo o serviço de alfândega.

Nos contenêineres suspeitos de Hamburgo, a droga estava escondida em latas de conserva abaixo da primeira camada de recipientes que continham massa.

No total foram descobertas 16 toneladas em cerca de 1.700 latas.

A investigação continua na Alemanha, Holanda e Bélgica e poderia gerar mais detenções.

AFP