Após trocar tiros com a polícia, suspeito de matar policial em Malta é baleado e morre ao chegar no Hospital de Patos

O principal suspeito pela morte do policial militar Manoel Messias Paulino foi morto em troca de tiros com o cerco policial na manhã desta quinta-feira, dia 29. A PM havia anunciado que tinha fechado o cerco. Não deu outra, ao ser localizado, o suspeito teria atirado contra a polícia e acabou sendo baleado.

Ele foi trazido para o Complexo Hospitalar Regional de Patos, em uma viatura, mas após chegar, não resistiu e morreu minutos depois.

Este é o acusado de ter matado o cabo Paulino, na noite dessa quarta (28), após uma briga, quando ele estava bebendo com amigos em um bar na avenida principal de Malta.

Dois homens em uma moto chegaram e foram logo atirando várias vezes contra o policial, que morreu ainda no local do crime.

O suspeito estava escondido em um matagal na zona rural de Malta, mas foi localizado pela polícia. A investigação segue agora para tentar identificar o comparsa que ajudou na fuga.

BLOG DO JORDAN BEZERRA