Assalto à transportadora de valores em aeroporto de SP termina com 3 bandidos mortos

A Polícia Civil de São Paulo confirmou a morte do terceiro suspeito envolvido no assalto à transportadora Brinks, no aeroporto de Viracopos, em Campinas, ocorrido na manhã desta quinta-feira (17)O homem, que invadiu uma residência para fugir do cerco policial, mantinha uma mulher e um bebê como reféns no bairro Campina Verde. Outros dois suspeitos foram mortos antes de entrar na casa da mesma família.

 

Segundo o delegado seccional de Campinas, Aldo Galiano Junior, a Polícia Militar conseguiu resgatar as pessoas que eram mantidas sob a mira de uma arma e o suspeito foi morto durante a ação. A criança saiu da casa nos braços de uma policial. A mãe foi retirada da casa em uma maca e socorrida em uma unidade móvel de atendimento.

 

+ Seis suspeitos morrem em troca de tiros com a polícia em São Paulo

 

Ainda de acordo com o seccional de Campinas, Aldo Galiano Junior, o caminhão da transportadora e parte do dinheiro levado da empresa foram recuperados, além de uma metralhadora calibre .50. Após o fim da ação, o caso foi entregue à Polícia Federal.

 

A ação em Viracopos

Mais cedo, por volta de 10h30, o grupo criminoso havia assaltado um carro-forte de uma transportadora de valores, no Terminal de Cargas. Durante a ação, foram utilizadas metralhadora .50 e fuzil, além de veículo adaptado.

 

Dois caminhões foram incendiados nos dois sentidos da rodovia Santos Dumont. Dois vigilantes da transportadora Brinks foram baleados.

 

R7

Deixe uma resposta