Ataque do Estado Islâmico deixa 11 mortos no Iraque

Um ataque atribuído a extremistas do grupo Estado Islâmico deixou, nesta terça-feira (26), ao menos 11 pessoas mortas e outras 13 feridas, no povoado de Al Rashad, na província de Diyala, no Iraque.

Fontes da agência AFP mencionaram a presença de civis entre as vítimas e destacaram que o ataque foi realizado com armas leves em um povoado onde vivem membros das forças de segurança iraquianas.

Os moradores do povoado são principalmente a tribo de Bani Tamim, à qual pertence o governador da província.

Após uma ofensiva relâmpago em 2014 no Iraque e na Síria, e a conquista de extensos territórios, o Estado Islâmico e seu “califado” tombaram nos dois países. O Iraque proclamou vitória sobre os jihadistas no fim de 2017, e na Síria o grupo caiu em 2019.

No entanto, os extremistas continuam sendo uma ameaça e realizam ataques contra as duas nações.

AFP

Foto: Reuters