Covid-19 já matou mais de 90 mil no Brasil; casos passam de 2,5 milhões

O Brasil ultrapassou a marca de 90 mil mortes por covid-19, nesta quarta-feira (29), pouco mais de quatro meses após o primeiro registro oficial. O País, de acordo com a Universidade Johns Hopkins, ainda é o segundo isolado em número absoluto de vítimas em todo o mundo.

Com 1.595 óbitos contabilizados nas últimas 24 horas, segundo balanço do Ministério da Saúde, o contingente acumulado de mortes foi para 90.134. O estado de São Paulo, que é o mais afetado pela crise sanitária, acumula 22.389 mortos.

Entre ontem e hoje, as secretarias estaduais de saúde também notificaram 69.074 infectados pelo novo coronavírus. De acordo com a pasta, o Brasil tem 2.552.265 contaminados desde o início da pandemia. 

Do total, o governo federal estima 1.787.419 pessoas estão recuperadas e outras 675.712 seguem em acompanhamento —ocorrências notificadas nos últimos 14 dias e que não evoluíram para óbito. 

O secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros, explicou, no entanto, que nem todos os registros contabilizados nas últimas 24 horas aconteceram de fato no período.

Na terça-feira (29), segundo nota divulgada pelo Ministério da Saúde, a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo enfrentou dificuldades para exportar a base de dados a tempo de atualizar o painel nacional”. Por isso, as informações do Estado foram incluídas hoje. 

R7