Home / Catolé do Rocha / Elemento é baleado após tentativa de assalto no centro de Catolé do Rocha

Elemento é baleado após tentativa de assalto no centro de Catolé do Rocha

Compartilhe:

Uma tentativa de assalto terminou com um elemento ferido a bala no centro da cidade de Catolé do Rocha, sertão paraibano.

Jovem catoleense viajou para fazer teste no Grêmio de Porto Alegre

Segundo informações, o fato ocorreu no início da tarde deste sábado (15 de dezembro) nas imediações do mercado das frutas, quando um indivíduo tentou praticar um roubo utilizando uma faca.

Um policial percebeu a ação e efetuou um disparo para conter o marginal, identificado a princípio como sendo o ex-presidiário Francisco de Assis Viana Filho, “Neguinho de Béba”, de 30 anos de idade, que foi atingido em uma das pernas e terminou preso.

Ele foi encaminhado ao Hospital Regional de Catolé para receber atendimento médico e em seguida ser conduzido à delegacia para que sejam adotados os procedimentos que o caso requer.

O acusado já cumpriu pena por roubo e estupro, e é suspeito de ter tomado uma moto por assalto na cidade no final de novembro do corrente ano.

CATOLÉ AGORA

Leia mais notícias de Catolé do Rocha

Veja outras notícias em catoleagora.com

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.