Flamengo atropela o Grêmio e volta à final da Libertadores após 38 anos

A espera foi longa, mas o Flamengo está de volta à final da Copa Libertadores. E os responsáveis pelo feito têm nomes: Bruno Henrique e Gabriel Barbosa. A dupla de atacante marcou nove dos 11 gols do Rubro-Negro no mata-mata do torneio, onde a equipe de Jorge Jesus eliminou Emelec, Internacional e Grêmio.

 

VEJA TAMBÉM:

Reforma da Previdência é aprovada em 2º turno no Senado; veja como ficaram as regras

 

O Maracanã foi o palco do capítulo escrito por Bruno Henrique e Gabigol mais recente. Na vitória por 5 a 0, nesta quarta-feira, a dupla infernizou a vida dos consagrados – e ótimos – zagueiros do Grêmio, Kannemann e Pedro Geromel. 

 

Como resultado, um gol e um pênalti sofrido na conta de Bruno Henrique. Para Gabigol, mais dois gols, sendo um de pênalti. Assim, os dois seguem na disputa pela artilharia da Copa: com cinco e sete gols feitos pelo Fla, respectivamente. Já com Grêmio entregue, Marí e Rodrigo Caio transformaram em goleada: 5 a 0.

 

Agora, o time da Gávea tentará repetir o feito de 1981, ano em que o Flamengo, comandado por Zico, conquistou pela primeira e única vez a América. A grande decisão será disputada em jogo único, em 23 de novembro, no Estádio Nacional de Santiago, no Chile. O adversário será o River Plate (ARG), defensor do título.

 

LANCE!

Deixe uma resposta