Grávida de 19 anos morre vítima de Covid-19 no Piauí e equipe médica salva o bebê

A jovem Luene Galeno, de 19 anos, faleceu vítima de Covid-19 no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, em Parnaíba. A jovem estava grávida, e a equipe médica teve de fazer o parto de emergência. Segundo o Heda, o bebê nasceu prematuro mas está fora de perigo. Ele foi internado na Unidade de Cuidado Intermediário para ganho de peso.

VEJA TAMBÉM:

Um dos técnicos em enfermagem que trabalhou no caso, Danilo Pascoal, fez um relato emocionante em sua página em uma rede social.

“Você voltou para nós e cuidamos como pessoa de nossa família, não só a mim mas os demais choramos por sua partida, também sentimos muitos…”, escreveu o técnico em enfermagem.

G1 buscou, mas o HEDA ainda não informou detalhes sobre o caso da jovem e em que quadro ela deu entrada no hospital.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi), a cidade registrou mais de 2.400 casos de pessoas infectadas pelo coronavírus. Até a última atualização, da noite de quinta-feira (25), 55 pessoas faleceram em Parnaíba vítima da Covid-19. O Piauí registra 574 óbitos por conta da doença.

Leia abaixo a íntegra da publicação do técnico em enfermagem Danilo Pascoal:

Lutamos tanto por sua vida, corremos sem parar, médicos, enfermeiros, técnicos, maqueiros, todos suados, desgaste físico era visto no rosto de todos mas a esperança é a fé era imensa. Você também lutava conosco , horas e horas e não te largamos, você, uma menina de 19 anos trazendo em seu ventre um filho, José Heitor, ele está bem, não te preocupa, mesmo prematuro foi preciso parar seu crescimento gestacional para salva-los…

Salvamos seu Bebê…

Você voltou para nós e cuidamos como pessoa de nossa família, não só a mim nas os demais choramos por sua partida, também sentimos muitos… o plantão ficou em um silêncio que doía no ouvido, de cabeça baixas fiquei próximo de você, depois levantei a cabeça e não quis acreditar que teria partido. Meu Deus, o choro foi simultâneo, pq isso? Pq esse vírus imundo faz isso? Não quis saber quem era você e que estava levando em seu ventre…

Vá em Paz Luene! Nos lutamos por você!

Equipe Covid HEDA em Luto

Decretos determinam distanciamento social

Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas. Aulas em escolas e universidades, a maioria das atividades comerciais, esportivas e de serviços em geral estão suspensas por tempo indeterminado.

Serviços essenciais como farmácias, postos de combustíveis e supermercados continuam mantidos mas estão regulamentados. O atendimento em clínicas, hospitais e laboratórios, assim como o funcionamento de escritórios de advocacia e contábeis também foram liberados mediante cumprimento de regras.

O uso de máscaras em locais públicos tornou-se obrigatório em todo o estado. Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão.

Prevenção, contágio e sintomas

Lavar as mãos de forma correta (veja vídeo), uso de álcool em gel, sempre usar máscaras, evitar contato pessoal e aglomerações de pessoas são algumas das orientações para evitar o contágio da doença.

É importante também ficar atento quanto aos principais sintomas (tosse seca, congestão nasal, dores no corpo, diarreia, inflamação na garganta e, nos casos mais graves, febre acima de 37° C e dificuldade para respirar)Um guia ilustrado preparado pelo G1 ajuda a tirar dúvidas.

G1 PI