Home / Paraíba / Grupo armado invade casa, sequestra vítimas e mata duas pessoas no Litoral da Paraíba

Grupo armado invade casa, sequestra vítimas e mata duas pessoas no Litoral da Paraíba

Compartilhe:

Duas pessoas morreram e outras duas ficaram feridas depois de terem a casa invadida por um grupo armado. O caso ocorreu na madrugada deste domingo (13), em Cabedelo, na Grande João Pessoa. Na ação, o grupo sequestrou duas das vítimas, que foram encontradas mortas horas depois em uma praia de Lucena, também no Litoral paraibano. Ninguém foi preso.

+Elementos roubam caminhonete e deixam vítimas amarradas próximo a Brejo do Cruz

De acordo com as informações do comandante do 7º Batalhão da Polícia Militar (7ºBPM) coronel Pablo Cunha, as quatro vítimas estavam em uma casa, no bairro Camalaú, em Cabedelo, quando cinco homens armados entraram no local. Duas vítimas de 16 e 26 anos foram feridas a tiros e facadas, segundo a Polícia Militar.

Além de ferir essas duas vítimas, o grupo sequestrou outros dois homens de identidades não reveladas. Eles foram mortos e os corpos foram encontrados por volta das 6h30 (horário local) deste domingo, na praia de Fagundes, em Lucena. Nos corpos haviam marcas de tiros e facadas.

A Polícia Militar fez buscas, mas até 13h (horário local), nenhum suspeito foi preso. Ainda de acordo com o comandante, os dois homens que morreram eram das cidades de Goiana e Recife, em Pernambuco. Ainda não há suspeitas sobre o que motivou o crime.

“Sabemos que é algo grave. Os cinco homens entraram na casa já sabendo o que iriam fazer. Estamos com o setor de inteligência da Polícia Militar trabalhando pra apurar o caso, mas ainda não existe nada confirmado”, explicou ele.

Os dois homens que ficaram feridos na casa foram socorridos encaminhados para o Hospital de Trauma de João Pessoa. O G1 não conseguiu informações sobre o estado de saúde deles.

G1 PB

Leia mais notícias da Paraíba

Veja outras notícias em catoleagora.com

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.