Homem é preso suspeito de fingir ser pastor e abusar sexualmente de criança de 11 anos, na Paraíba

Um homem foi preso, nesta quinta-feira (16), suspeito de abusar sexualmente de uma criança de 11 anos de idade, na cidade de Lagoa Seca, no Agreste da Paraíba. Segundo a polícia, o suspeito se passava por um pastor evangélico e foi acolhido pelo pai da criança, pois não tinha moradia e havia conquistado a confiança da família.

Com isso, o contato com a criança passou a ser mais próximo, pois o suspeito auxiliava nas tarefas de casa e, também, nas atividades escolares da criança.

De acordo com a delegada que investiga o caso, Éllen Maria, com o contato maior com a criança a partir dos deveres de casa e escolares, o suspeito passou a praticar os abusos sexuais e chegava a ameaçar a criança, caso ela contasse algo para os pais.

“A partir desse contato foi que começaram esses abusos sexuais com a menina de 11 anos de idade. Realizando escutas de forma mais atenciosa com a criança, a menina realmente contou que havia sofrido abuso sexual e que ele a ameaçava, de que se ela contasse alguma coisa, iria matar os pais dela ou fazer algum mal”, disse a delegada.

De acordo com informações da polícia, um atendimento especial foi feito com a criança e foi constatado que houve abuso sexual. O homem suspeito foi preso, autuado por estupro de vulnerável. A polícia segue investigando o caso.

G1 PB