Incêndio em hospital para covid-19 deixa ao menos 15 mortos na Índia

Pelo menos 15 pessoas morreram, neste sábado (1º), em um incêndio em um hospital para pacientes com covid-19 localizado no oeste da Índia, sem que as causas do incidente sejam conhecidas até o momento.

O incêndio começou no fim da noite de sexta-feira no quarto andar do Hospital Wellfare na cidade de Bharuch, localizada no estado de Gujarat. As chamas foram controladas poucas horas após a declaração do incidente.

O hospital estava tratando cerca de 50 pacientes com coronavírus em uma sala do centro médico, quando as chamas começaram a se espalhar pela planta, matando 15 pessoas, disse um policial de Bharuch à EFE, que preferiu não ser identificado. O restante dos pacientes foi transferido para outro centro médico, acrescentou a fonte.

Pouco depois do início do incêndio, a equipe médica, com a ajuda de vários grupos de pessoas, começou a transferir pacientes do hospital em uma corrida contra o relógio, de acordo com as televisões locais.

“Triste pela perda de vidas devido a um incêndio em um hospital em Bharuch. Condolências às famílias enlutadas”, escreveu o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, em sua conta no Twitter após saber do evento.

Até o momento, as causas que podem ter originado o incêndio são desconhecidas.

O incidente ocorre uma semana após outro incêndio em um hospital para pacientes com coronavírus, que causou pelo menos 13 mortes em Mumbai, capital da região vizinha de Maharashtra, a mais atingida pela segunda onda agressiva que o país asiático está experimentando.

O evento representa um novo golpe para a Índia no seu combate à pandemia em pleno aumento dos casos, e após novos recordes registrados neste sábado, que ultrapassaram a barreira de 400 mil positivos e 3.500 mortes diárias.

O estado de Gujarat relatou um total de 14.605 novas infecções e 173 mortes por covid nas últimas 24 horas.

EFE