Irmãos de suspeito de matar policial em Mossoró são assassinados

Os dois irmãos de um dos suspeitos de ter matado o policial civil Antônio Ferreira da Silva Júnior em Mossoró (VEJA AQUI), nesta sexta-feira (20), foram assassinados. Um deles, o de 15 anos de idade, estava na frente de casa quando foi executado a tiros. Ele era cadeirante. O outro, mais velho, foi levado de dentro da residência e encontrado morto em uma estrada de terra próximo a um lixão neste sábado (21).

VEJA TAMBÉM:

O escrivão da Polícia Civil Antônio Ferreira da Silva Júnior, de 49 anos de idade, foi morto a tiros na frente da casa da mãe dele, no bairro Santo Antônio. De acordo com a polícia, quatro adolescentes tentaram assaltá-lo e atiraram depois de perceber que ele estava armado.

O grupo entrou em confronto com policiais depois do ocorrido e dois dos jovens morreram, um de 15 anos, Kennedy Dantas da Rocha, e um de 13 anos de idade, Denilson da Silva Alves. Um terceiro foi apreendido e o outro está foragido.

Depois disso, homens armados chegaram à casa da família de Denilson Alves e encontraram, na frente, Diego da Silva Alves, irmão do primeiro. O adolescente foi executado. De dentro do imóvel, levaram Bruno da Silva Alves, o terceiro irmão. O corpo deste último foi encontrado com marcas de tiros já na manhã deste sábado (21), no loteamento Pousada dos Thermas, em um local conhecido como Estrada da Granja.

A polícia ainda investiga se os crimes têm relação um com o outro.

G1 RN

*Foto: Marcelino Neto/O Câmera