Jovem tem casa incendiada após ir à delegacia para pedir medida protetiva contra ex em SC

Um homem de 37 anos é suspeito de agredir a ex-sogra e botar fogo na casa em que ela morava com a filha, de 20 anos. As duas haviam ido até a delegacia para pedir medida protetiva contra ele. O caso ocorreu em Blumenau, no Vale do Itajaí.

A PM disse que ele já possui várias passagens policiais por tráfico de drogas, furto e lesão corporal.

De acordo com a polícia, o homem foi até a casa, no bairro Valparaíso, na noite de sexta (14). Ele derrubou o portão da casa com uma moto e, ao saber que a ex não estava, ficou descontrolado e agrediu a mãe dela.

Além da agressão, o homem quebrou móveis, danificou a moto da jovem e fez ameaças. Ao ser contactada, a filha encontrou a mãe e juntas elas se deslocaram à Central de Polícia para pedir uma medida protetiva.

Foi quando, por volta de 1h de sábado (15), o Corpo de Bombeiros foi chamado para combater um incêndio na casa delas.

Testemunhas disseram que o homem voltou e ateou fogo no imóvel de madeira, que logo foi consumido pelas chamas.

O homem fugiu. De acordo com a polícia, vários carros foram utilizados para fazer buscas na região, mas o suspeito não foi encontrado. O G1 entrou em contato com a Central de Plantão Policial de Blumenau neste domingo (16), mas não havia informações se o homem tinha sido achado.

G1 SC