Mãe de médico é a 43ª paciente a morrer da Covid-19 em Sousa

A dona de casa Francisca Belo de Oliveira Vilar, de 66 anos de idade, foi sepultada na manhã deste sábado (24) em Sousa, Sertão paraibano, após vir a óbito no início da tarde desta sexta-feira (23) em decorrência da Covid-19. Essa é a 43º morte causada pela doença transmitida pelo novo coronavírus no município.

Moradora do Bairro Alto Capanema, a mulher é mãe do médico Achilles Vilar, que durante o enterro tocou a música Perfídia, versão do cantor Altemar Dutra, como forma de homenagear a sua genitora.

Segundo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, dona Francisca Belo testou positivo no último dia 10 e em razão de complicações no estado de saúde foi transferida para um dos hospitais de João Pessoa, onde veio a falecer.

Nesta manhã, Dr. Achilles disse ao Blog do Levi que a família vinha vivendo dias difíceis ao ver a mãe isolada e sem ter ideia de onde ela se contaminou.

“Me dói muito ver que as pessoas não levam mais o vírus a sério e seguem como se nada estivesse acontecendo. Não consegui salvar minha mãe, mas podemos alertar e tentar fazer com que outras pessoas não passem por todo esse sofrimento. Essa ‘praga’ ainda não acabou”, completou.

BLOG DO LEVI