Home / Geral / O que é Yo WhatsApp? Conheça os recursos (e os riscos) ao baixar o APK
Yo WhatsApp oferece riscos a usuários, que podem ter informações confidenciais expostas — Foto: Reprodução/TechTudo

O que é Yo WhatsApp? Conheça os recursos (e os riscos) ao baixar o APK

Compartilhe:

O YoWhatsApp é um mensageiro que usa, sem permissão, o código-fonte do WhatsApp original. O “clone” só funciona em celulares com sistemaAndroid e, além de oferecer as funções do serviço verdadeiro, traz mais opções como o envio de arquivos em PDF, senha de bloqueio e personalização do cabeçalho – com a mudança de cor da plataforma. Os diferenciais podem ser atrativos para os usuários que desconhecem os problemas e riscos em potencial que esse tipo de plataforma pode oferecer.

Leia também: WhatsApp cria nova regra de privacidade para entrada em grupos

O uso ilegal da base de desenvolvimento da ferramenta de Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, impede a presença da plataforma no suporte de aplicativos do sistema do Google. Para entender melhor por que optar pelo download do Yo WhatsApp pode levar até o banimento do número do usuário no WhatsApp original.

O que é?

O YoWhatsApp é um MOD, isto é, uma versão modificada do software original que exige o uso de uma APK não-oficial para funcionar. O sistema é compatível apenas com celulares Android 4.0 ou superior, ou seja, estão excluídos aparelhos iPhone (iOS), da Apple. Vale ressaltar que as exigências da plataforma para o uso impedem sua hospedagem na loja oficial de aplicativos Google Play.

Como o Yo WhatsApp precisa de um artifício não-oficial para executar a plataforma, antes de fazer o download, o usuário precisa modificar a composição original de fábrica do celular. Em “Configurações”, a opção “Instalar apps desconhecidos” precisa ser ativada, pois todos os smartphones com o sistema do Google vêm com essa função desabilitada por padrão, como medida de segurança. A liberação arbitrária, por decisão do dono, expõe o software a riscos de invasão por programas maliciosos.

Como funciona?

O funcionamento do Yo WhatsApp é bem semelhante ao do WhatsApp. Quando o mensageiro é baixado no celular, ele acessa imediatamente a lista de contatos do aparelho e, assim, já torna possível trocar mensagens, mesmo com quem usa apenas o suporte original. A integração instantânea pode influenciar a sensação de credibilidade por parte dos usuários, entretanto, a suposta opção vantajosa oferece riscos às informações dispostas no celular.

Além de todas as funções que o WhatsApp reúne, o programa “clone” oferece outras opções como, por exemplo, o envio e arquivos com mais de 700 MB – a plataforma padrão tem o limite de 100 MB; fontes de texto diferenciadas – o mensageiro oficial disponibiliza alguns recursos limitados de formatação; e personalização do cabeçalho, que pode ter suas cores trocadas – por padrão, toda a plataforma do sistema de mensagens instantâneas é verde. A ferramenta oficial de Zuckerberg não disponibiliza a alteração de cores, mas os interessados podem alterar a descrição de seus perfis, a imagem de fundo do chat e a foto do perfil.

Outras aparentes vantagens que o sistema alternativo pode oferecer são:

  • Seleção de quais contatos da lista podem telefonar ou não para seu número;
  • Envio de arquivos em todos os formatos, inclusive ZIP ou PDF;
  • Uso de emojis disponíveis apenas para celulares com sistema Android 8 ou superior;
  • Dribla o sistema de exclusão de mensagens, que aparecem para os usuários Yo WhatsApp mesmo quando remetente apaga;
  • Opção de senha para acessar o mensageiro, seja por números, letras ou até impressão digital – conforme o modelo de celular.

Quais são os riscos?

Quem opta por usar o Yo WhatsApp precisa estar ciente que pode ter sua conta banida definitivamente do WhatsApp, pois o uso de aplicativos modificados e sem licença de uso viola os termos de serviço do aplicativo original. Para saber mais sobre as diretrizes adotadas pelo mensageiro oficial, os interessados podem acessar a página da plataforma na web (https://www.whatsapp.com/legal/#key-updates).

Justamente por ser um APK não-oficial, o Yo WhatsApp não está disponível na loja oficial de aplicativos Google Play, pois a desenvolvedora do sistema operacional veta qualquer programa que use código-fontes sem a devida autorização. Para fazer o download da “cópia”, o usuário precisa recorrer a sites terceiros, que podem esconder links maliciosos e espalhar vírus ou malwares. Estes são capazes de invadir o celular e roubar dados pessoais e bancários.

Outro risco está ligado à origem desconhecida do Yo WhatsApp, o que torna impossível determinar se as informações do usuário e contatos estão realmente protegidas. Com a quebra do código-fonte do WhatsApp, o desenvolvedor da opção alternativa pode manipular o sistema de diferentes maneiras como, por exemplo, eliminar a criptografia de ponta a ponta das mensagens trocadas e ter acesso a informações confidenciais. Ao contrário do software original, essa versão não é capaz de garantir a preservação do conteúdo compartilhado.

Qual é a diferença entre o Yo WhatsApp e o GB WhatsApp?

O GB WhatsApp é outro aplicativo modificado que, assim como o Yo WhatsApp, também se utiliza de forma ilegal do código-fonte do WhatsApp para funcionar e oferece funções diferenciadas como o envio de arquivos de áudio de até 100 MB. Como a origem de ambos é indetectável, não se sabe se o desenvolvedor é o mesmo para os dois sistemas “clones”. Algumas funções prometidas na versão GB, como o cadastro de mais de um número de telefone e o aumento de 139 para 250 caracteres na seção Status, não são oferecidas no suporte do Yo.

O GB WhatsApp está hospedado em um site árabe e, por apresentar as mesmas exigências de acesso, o serviço também não pode ser encontrado na loja de aplicativos oficiais para Android. Isso significa que os usuários também podem ter sua privacidade desrespeitada, além dos outros riscos ligados à segurança relativos ao Yo WhatsApp.

TECHTUDO

Leia mais notícias gerais

Veja outras notícias em catoleagora.com

Deixe uma resposta

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.