Operação autua estabelecimentos comerciais por furto de energia elétrica em São Bento e Paulista

Academia, restaurante, fábrica de redes e outros estabelecimentos comerciais foram autuados em flagrante por furto de energia elétrica nos municípios de São Bento e Paulista, no Sertão da Paraíba. Ao todo, 13 empresas foram notificadas pela Polícia Civil entre a terça-feira (22) e a quarta-feira (23).

 

VEJA TAMBÉM:

Elementos armados assaltaram residência em São Bento

 

Carro roubado em Paulista é localizado queimado na zona rural de Jericó

 

Segundo informações do delegado Sylvio Rabello, que coordenou a ação, os responsáveis legais pelos estabelecimentos devem responder pelo crime de furto, que pode ser punido com até cinco anos de prisão.

 

Ainda de acordo com ele, duas pessoas foram detidas suspeitas de estelionato. Elas teriam adulterado o registro que contabiliza o consumo de energia. Após audiências de custódias, ambas foram liberadas através do pagamento de fianças.

 

A operação foi realizada em parceria pela Polícia Civil, Instituto de Polícia Cientifica (IPC) e Energisa. Sylvio Rabello explicou que a investigação foi planejada a partir de denúncias recebidas pela concessionária de energia de elétrica.

 

De acordo com o delegado, foi possível mapear e identificar variações nos consumos e o alto índice de energia desviada através de relatórios fornecidos pela distribuidora.

 

Segundo a Energisa, em setembro deste ano, 348 unidades foram autuadas. Ainda de acordo com a empresa, a energia recuperada durante as ações é suficiente para abastecer 40% das residências da cidade de São Bento pelo período de um mês.

 

A operação continuará em outras cidades do Sertão do estado. O furto de energia elétrica pode ser denunciado através do telefone: 0800 083 0196.

 

G1 PB