Home / Geral / Paraíba tem menor taxa de desemprego do Nordeste no 1º trimestre de 2019
Foto: Gabriel Costa/G1

Paraíba tem menor taxa de desemprego do Nordeste no 1º trimestre de 2019

Compartilhe:

A Paraíba apresentou a menor taxa de desemprego do Nordeste no primeiro trimestre de 2019, de acordo com a Pesquisa Nacional pode Amostra de Domicílios (Pnad). A pesquisa divulgada pelo IBGE nesta quinta-feira (16) indicou que a Paraíba registrou uma taxa de 11,1% entre as pessoas de 14 anos ou mais de idade.

Leia também: Bolsonaro assina decreto que facilita acesso a munição e transporte de armas

A taxa de desocupação do Brasil no mesmo período ficou em 12,7%, acima dos 11,6% do trimestre anterior, mas abaixo dos 13,1% dos três primeiros meses de 2018. O desemprego cresceu em 14 das 27 unidades da federação no 1º trimestre, na comparação com o trimestre anterior, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nos demais estados, houve estabilidade.

No caso da Paraíba, em relação ao último trimestre de 2018, houve um aumento quase irrisório de 0,1% na taxa de desocupados e uma queda de 0,6% em relação aos três primeiros meses de 2018, quando a taxa era de 11,7%.

Embora a Paraíba tenha apresentado uma taxa de desocupação baixa, menor até que a média nacional, em um outro dado relevante a Paraíba aparece em quarto entre todos os estados brasileiros e Distrito Federal com maior percentual de pessoas ocupadas sem carteira assinada.

A Pnad Contínua indicou que 43% das pessoas com mais de pessoas de 14 anos ou mais de idade empregado estava sem carteira entre os empregados do setor privado. A Paraíba só ficou atrás de Maranhão (49,5%), Piauí (47,8%) e Pará (46,4%). O percentual corresponde a 256 mil pessoas na Paraíba que trabalham no setor privado, mas que não tem vínculo na carteira de trabalho.

O nível de ocupação no estado, por sua vez, foi de 46,5% nos três primeiros meses de 2019. Além dos ocupados sem carteira assinada, a Paraíba apresentou aproximadamente 324 mil pessoas que trabalham com carteira assinada e 449 mil que trabalham por conta própria.

A Pnad indicou que a Paraíba apresentou um aumento de 3,1% no número de pessoas que trabalham por conta própria comparando o primeiro trimestre de 2019 com o de 2018, passando de 27,1% para 30,2%. O estado ainda conta com 66 mil empregadores, dois mil a menos que o último e o primeiro trimestres de 2018.

G1 PB

Leia mais notícias gerais

Veja outras notícias em catoleagora.com

Deixe uma resposta

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.